Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Produção de caminhões cresce 1,1% em agosto

VWCO/Divulgação

Alta na produção de caminhões é confirmada pelo balanço oficial da Anfavea

Apesar dos inúmeros desafios que ainda seguem sendo impostos pela falta de insumos (semicondutores) na cadeia produtiva, como por exemplo, paralisações totais ou parciais de fábricas, a indústria brasileira de caminhões encerrou o mês de agosto registrando um novo crescimento.

“Essa situação dos semicondutores traz uma enorme imprevisibilidade para o desempenho da indústria no restante do ano. Num cenário normal, estaríamos produzindo num ritmo acelerado nesta época do ano, quando as vendas geralmente ficam mais aquecidas”, afirmou o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), Luiz Carlos Moraes. “No ano passado tínhamos boa produção no segundo semestre, mas uma demanda imprevisível em função da pandemia. Neste ano, temos a volta da demanda, mas infelizmente uma quebra considerável na produção”, acrescentou.


De acordo com o balanço oficial da entidade, somente no mês de agosto, 15 mil caminhões foram produzidos em todo o país, alta de 1,1% em relação ao mês anterior, julho, quando foram montados 14,8 mil exemplares. Em relação a agosto de 2020, quando a indústria foi responsável pela produção de 7,1 mil caminhões, o crescimento neste ano atingiu a expressiva marca de 111%.

Já no acumulado do ano, 104,5 mil caminhões foram produzidos em todo o país de janeiro a agosto, crescimento de 115% em relação ao mesmo período de 2020, quando 48,6 mil unidades foram produzidas.

Confira na íntegra o balanço da Anfavea: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários