IVECO A gente nao para

Para combater falta de motoristas, embarcadores prometem melhorar locais de carga e descarga na Europa

Adobe Stock

Melhorias nas condições sanitárias, melhores locais de espera e descanso, além de redução no tempo de carga e descarga estão entre as iniciativas para tornar o transporte rodoviário de cargas "um lugar melhor para trabalhar"

Com o objetivo de tornar a profissão de caminhoneiro mais atrativa e consequentemente combater a crescente falta de motoristas profissionais, a Associação de Embarcadores da Espanha (ACE), firmou neste mês, um acordo que promete melhorar as condições de trabalho da categoria, tornando o transporte rodoviário de cargas "um lugar melhor para trabalhar".


Liderada pelas principais entidades internacionais do setor, como a International Road Transport Union (IRU), Aliança Mundial de Embarcadores (GSA e a Federação Internacional de Trabalhadores do Transporte (ITF), a iniciativa busca envolver todas as partes do transporte em um compromisso em prol da qualidade de vida e trabalho dos motoristas profissionais.

Com a adesão ao acordo, todos os membros da Associação de Embarcadores da Espanha (ACE) se comprometem inicialmente a melhorarem as condições de trabalho dos motoristas nos locais de carga e descarga. 

“Com base no cumprimento legal e respeito mútuo, os embarcadores se comprometem a planejar a gestão das docas e o agendamento de horários, minimizando os tempos de carga e descarga e facilitando a integração desses horários no dia do motorista, tendo em conta os limites da jornada de trabalho. Apoiamos a necessidade de disponibilizar aos transportadores sanitários devidamente equipados e áreas de descanso para garantir o seu bem-estar durante a sua estada em nossos centros”, afirma a Associação de Carregadores da Espanha (ACE), em comunicado.


Segundo a ACE, a partir de agora, os embarcadores também irão garantir segurança aos caminhoneiros em todas as instalações, “disponibilizando espaços adequados e bem iluminados, áreas de travessia e de espera claramente identificadas e espaço suficiente para a manobra dos veículos”.

A entidade também afirmou que os embarcadores estão empenhados em manter uma "cooperação ativa" com o motorista, compartilhando informações oportunas e atualizadas sobre o status da remessa, bem como quaisquer alterações que possam afetar as operações. “Sempre que possível e de comum acordo entre as partes, concordamos em flexibilizar os prazos de coleta e entrega , levando em consideração fatores externos que podem influenciar as operações”, disse.

Além do compromisso firmado para em prol dos caminhoneiros espanhóis, a ACE também destacou que está incentivando "todos os embarcadores que compartilham valores comuns de respeito pelo trabalho realizado pelos motoristas" a aderirem a iniciativa.



Postar um comentário

0 Comentários