Tegma rejeita oferta milionária de fusão feita pela JSL

Tegma/Divulgação

Rejeição da proposta foi confirmada em Fato Relevante divulgado aos acionistas

Por meio de fato relevante divulgado na última sexta-feira, 16 de julho, a Tegma Gestão Logística S.A informou aos acionistas que rejeitou a oferta milionária de fusão feita JSL S.A no início deste mês. Segundo a empresa, a decisão foi unânime entre os membros do Conselho de Administração da Companhia.

No dia 2 de julho, a JSL S.A apresentou uma proposta que previa o pagamento de uma parcela em dinheiro (“Parcela em Caixa”) de R$ 989.066.580,00 (novecentos e oitenta e nove milhões, sessenta e seis mil, quinhentos e oitenta reais) e a entrega de 49.422.000 novas ações de emissão da JSL (“Parcela em Ações”).


Se tivesse sido concretizada, a soma das operações da JSL (incluindo M&As realizados) e da Tegma, resultaria em uma Receita Bruta nos últimos 12 meses de R$ 6,1 bilhões, o que representará um aumento de R$2,8 bilhões e um crescimento de 86% da Receita Bruta da JSL no mesmo período.

Na época, a JSL S.A afirmou que a fusão entre as duas empresas possuía "um forte racional estratégico em razão da criação de um negócio ainda mais robusto e diversificado, com capacidade de oferecer novos serviços para os mesmos clientes e diversificar a atuação da Tegma, resultando na criação de valor substancial para as companhias, seus respectivos acionistas, clientes, colaboradores, caminhoneiros agregados e para o setor logístico brasileiro".


Postar um comentário

0 Comentários