Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Paganini Logística investe na gestão do ciclo de vida dos pneus e reduz custos operacionais

Continental/Divulgação

Transportadora optou pelo pacote completo de produtos e serviços: pneu novo, sistema de monitoramento TPMS e banda de rodagem da Continental (ContiLifeCycle™) para garantir a continuidade de sua operação de transporte

Especializada no transporte de produtos tóxicos e inflamáveis, a Paganini Logística tem nos pneus seu terceiro maior custo total de operação. A empresa consome cerca de 1.100 pneus a cada 15 meses, o que dá uma média mensal de 80 unidades.

Nesse modal de transporte de longa distância, as 45 carretas Vanderleia da Paganini enfrentam diariamente os desafios da má qualidade do asfalto e das altas temperaturas – acima de 40◦ C – que testam o limite de resistência dos pneus.

Em 2015, a Paganini Logística iniciou uma parceria com a Continental, fabricante de pneu de tecnologia alemã, que hoje fornece 90% dos pneus que calçam a frota, com destaque para os modelos HTR1 e Hybrid HD3. “Caminhão parado é prejuízo. Na nossa operação é essencial o emprego de pneus capazes de entregar disponibilidade de rodagem e o maior rendimento quilométrico possível”, destaca seu diretor, Eduardo Paganini, profissional com mais de 30 anos de experiência nesse segmento. Ele lembra que os conjuntos rodam 168 mil quilômetros por ano.

Sempre atenta às novidades tecnológicas capazes de conferir ao negócio uma maior rentabilidade, há cerca de dois anos a Paganini decidiu investir em uma solução de monitoramento digital de pneus.  Ela inclui 120 pneus inteligentes equipados com sensores TPMS internos, uma antena para leitura automática dos dados do pneu no pátio da empresa em Goiás e uma plataforma on-line para acompanhamento e gerenciamento das informações em tempo real.


“Somos uma referência para o mercado quando o assunto é manutenção de pneus. Automatizar o processo de monitoramento é o futuro. Nesses quase 24 meses, o sistema da Continental já nos permitiu obter uma expressiva redução nos custos de manutenção das carretas e, também, no consumo de combustível”, enfatiza Eduardo Paganini.

Outro fator importante nessa equação é o uso das bandas de rodagem Conti Tread™ na segunda vida dos pneus. Elas possuem o mesmo desenho da banda e o composto de alta performance utilizados no pneu original da Continental. “Desta forma, temos uma solução de recapagem padronizada, controlada, com garantia de procedência e de eficiência e que tem permitido que os pneus rodem - em primeira vida e recapados - cerca de 220 mil km”, complementa Paganini.

“Queremos nos posicionar cada vez mais como líderes em soluções para prover ao nosso cliente final o menor custo total de direção. As soluções que cobrem todo o ciclo de vida dos pneus de carga da Continental - o ContiLifeCycle™ - começam com o pneu novo e continuam com serviços que permitem aos frotistas otimizar seus custos operacionais de acordo com suas necessidades e exigências particulares, cobrindo até a fase da recapagem. Isto prolonga a utilização do pneu e protege o investimento realizado em sua aquisição.”, explica Rafael Figueiredo, especialista de produto da Continental.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários