Mercedes-Benz lidera vendas de caminhões leves no primeiro quadrimestre

Mercedes-Benz/Divulgação

Com mais de 2.000 caminhões leves emplacados até abril, marca conquista a liderança do segmento com cerca de 60% de participação de mercado

A Mercedes-Benz encerrou o primeiro quadrimestre de 2021 na liderança do mercado brasileiro de caminhões leves. De janeiro a abril, mais de 2.000 unidades da marca foram emplacadas em todo o país, sendo 1.957 modelos da linha Accelo, número que garantiu uma participação de 60% no segmento que acumulou um total de vendas de 3.400 modelos no período. Em relação ao mesmo período de 2020, quando foram emplacados 1.326 leves, sendo 1.304 caminhões Accelo, a marca registrou um crescimento de 8% na participação.

Com 1.141 unidades emplacadas, o Accelo 1016 encerrou os quatro primeiros meses do ano como o modelo mais vendido no segmento leves. Já o Accelo 815 passou a contar com 815 unidades emplacadas em todo o país, ocupando a terceira posição no total geral do segmento.

Segundo a marca, a região Sudeste foi a que mais adquiriu caminhões leves Accelo nos quatro primeiros meses de 2021, com 893 unidades. Em seguida vieram o Sul (443 unidades) e o Nordeste (415 unidades).


“Esse volume de 1.957 caminhões Accelo emplacados em 2021 é 50% maior em relação às 1.304 unidades do mesmo período do ano passado”, afirma Ari de Carvalho, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Distribuição urbana, VUC, comércio eletrônico, transporte de bebidas e setor hortifrutigranjeiro puxam as vendas de leves no País No entanto, a versatilidade do Accelo torna nossos caminhões indicados também para mais aplicações, como carga seca, baú frigorífico, isotérmico e de alumínio, plataforma de autossocorro e outros”.

“A categoria de leves é muito competitiva, com um universo bastante diversificado de clientes, desde aqueles que focam mais o preço do caminhão, como aqueles que fazem gestão de frota, olhando para preço e também custos operacionais, investindo em tecnologias que tragam mais economia, conforto e segurança”, diz Ari de Carvalho. “Nossa linha Accelo tem produtos para cada perfil de cliente, seja com modelos básicos ou mais completos, como o Accelo top de linha com câmbio automatizado, cabina estendida, banco do motorista pneumático, tanque auxiliar de 150 litros, ar condicionado, vidro e espelhos com acionamentos elétricos e vários outros itens”.


Sobre a linha Accelo
Composta pelos modelos pelos modelos leves 815 (8.300 kg de PBT – peso bruto total) e 1016 (9.600 kg de PBT) e pelo médio 1316 6x2 (13.000 kg de PBT), a linha de caminhões Mercedes-Benz Accelo tem se destacado no mercado brasileiro pela versatilidade e robustez, especialmente nas severas operações de distribuição urbana e circulação no interior dos bairros, além das curtas distâncias rodoviárias e rurais.

Os modelos também trazem como diferenciais, agilidade no trânsito e facilidade de manobra, mesmo em áreas internas de centrais de abastecimento, supermercados e centros de distribuição, otimizando assim as operações de carga e descarga.


Postar um comentário

0 Comentários