Publicidade

Noma assume liderança nas vendas de Porta Contêineres no Amazonas

Noma/Divulgação

Vendas de carretas da nova geração Titanium devem ser ampliadas em 20% neste ano, impulsionadas por produtos customizados para a realidade do modal de transporte de cidades como Manaus

Atenta a realidade do setor logístico no Norte do Brasil, a Noma, uma das principais fabricantes de implementos rodoviários do País, vem ampliando o marketshare na região, graças ao sucesso da linha de Porta Contêineres da Geração Titanium, produzidos com diferenciais específicos. 

De acordo com o balanço mais recente da ANFIR (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários), somente no primeiro trimestre deste ano, a Noma conquistou expressivos 57% de Market share no Estado do Amazonas, somente no segmento de Porta Contêineres. Segundo a marca, o número recorde justificado pelo crescimento nas vendas da Geração Titanium, realizadas em 2020 e neste início de ano.

Os números são confirmados por João Luiz Oliva Pinto, diretor da Porto Caminhões (concessionária Iveco), e das empresas Oliva Pinto Locações e Oliva Pinto Logística. “Graças aos benefícios gerados pela customização proposta pela engenharia da Noma, desenvolvendo um produto ‘Padrão Amazonas’, os porta containers estão conquistando novos clientes e a expectativa é fecharmos 2021 com cerca de 20% de crescimento”, prevê o executivo, que há um ano passou a ser o distribuidor oficial da Noma no Amazonas e em Roraima, onde também espera ampliar suas vendas.


O ‘Padrão Amazonas’ é constituído por um produto que atende as características de um tráfego rápido, de trechos curtos, que une pequenos polos industriais e agrícolas a portos fluviais, já que na região não existem longos trechos rodoviários. As carretas são utilizadas em rotatividade contínua, em um mesmo cavalo, causando desgastes específicos, quando comparados com a operação de implementos que rodam em outras regiões do país.

Para mitigar os desafios, os porta Containers Titanium enviados ao Amazonas, oferecem como diferenciais uma série inovações que reforçam a proteção dos anteparos de freios, e principalmente na suspensão, com a liga de chassis alcançando índices de robustez significativa. “É um produto com vida útil elevada, capaz de evitar quebras precoces que são recorrentes com implementos convencionais em nossa região”, destaca Oliva Pinto.

90 semirreboques para a Maersk
Em 2020, a Maersk, gigante multinacional, adquiriu 90 Porta Containers Titanium, nas versões 20 e 40 pés, logo após a Noma vencer uma concorrência envolvendo os melhores players do mercado. 

Atualmente a Maersk é referência no transporte de grades cargas, tanto de insumos, como de produtos acabados, atendendo diversos clientes de uma cadeia de mais de 600 empresas que compõem o polo industrial do Amazonas.


Postar um comentário

0 Comentários