Mercado de ônibus recua 19% no primeiro trimestre de 2021

Mercedes-Benz/Divulgação

Recuo do segmento de ônibus é confirmado por balanço da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE)

Impactado diretamente pela pandemia de Covid-19 (Coronavírus), o mercado brasileiro de ônibus encerrou o primeiro trimestre de 2021 ainda apresentando sinais preocupantes.

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), 4.252 ônibus foram licenciados em todo o país primeiro trimestre do ano, recuo de 19,68% em relação ao mesmo período de 2020, quando foram emplacadas 5.294 unidades.

“As vendas de Ônibus se mantêm em um nível baixo, por conta da retração da demanda, como consequência do avanço da segunda onda da COVID-19. As restrições de circulação e cancelamento de viagens continuam afetando as empresas do setor”, explica Assumpção Júnior.

Entretanto, somente no mês de março foram comercializados 1.500 unidades, crescimento de 15,84% em relação a março de 2020, quando o segmento registrou o emplacamento de 1.295 unidades. Já em relação a fevereiro deste ano, quando 1.428 foram negociados, o mercado registrou uma leve alta de 5,04%.


Mercedes-Benz na liderança
Apesar do cenário conturbado, a Mercedes-Benz segue na liderança do mercado brasileiro de ônibus com um total de 1.905 unidades emplacados e participação de 44,80%. A Volkswagen garantiu o segundo lugar no ranking com 1.184 ônibus licenciados e participação de 27,85%. Na terceira posição aparece a Marcopolo com 669 ônibus emplacados e participação de 15,73%. Já a IVECO garantiu o quarto lugar do mercado nacional com um total de 344 unidades licenciadas e participação de 8,09%. Em quinto lugar, a Volvo registrou até março 113 ônibus emplacados, número que garantiu uma participação de 2,66%. Já a Agrale, garantiu a sexta colocação com um total de 19 ônibus emplacados e participação de 0,45% no primeiro trimestre de 2021. A sétima colocação do ranking de mercado foi ocupada pela Scania com 17 emplacamentos e participação de 0,40%. Por fim, a BYD se manteve na oitava colocação no mercado com 1 unidade emplacada e participação de 0,02%.

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI 


Postar um comentário

0 Comentários