Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Concessionária que administrar BR-163/230/MT/PA terá que construir 2 pontos de parada para caminhoneiros

Cláudio Neves/Portos do Paraná

Edital de concessão da BR-163/230/MT/PA determina que Pontos de Parada e Descanso (PPD's) sejam construídos em até 24 meses

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou e publicou no fim de março o edital de concessão do sistema rodoviário composto pelas BR-163/230/MT/PA, considerado hoje um dos principais corredores para o escoamento da produção agrícola no país.

Além da manutenção, conservação, prestação de serviços aos usuários e cobrança de pedágios, a concessionária que vencer a licitação para a exploração dos trechos ao longo dos próximos 10 anos, também será responsável por fornecer aos caminhoneiros que trafegam pelo trecho, estruturas adequadas para parada e descanso.


De acordo com o edital da nova concessão, a concessionária vencedora da licitação terá exatos 2 anos (24 meses) para construir dois Pontos de Parada e Descanso (PPD's) ao longo da BR-163/PA, localizados nos quilômetros 59+000 e 378+000. Além disso, as estruturas deverão seguir os parâmetros da Lei nº 13.103/2015.

A exigência vai de encontro com as promessas do Ministério da Infraestrutura e visa garantir maior segurança, conforto e qualidade de vida aos caminhoneiros brasileiros. 

Ao longo dos 10 anos de exploração do sistema rodoviário da BR-163/230/MT/PA, a ANTT prevê um investimento total de R$ 3,06 bilhões, sendo, R$ 1,87 bilhões em melhorias nos trechos rodoviários e R$ 1,19 bilhões para suprir os custos operacionais.


Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários