Caminhoneiro que arrastou moto por mais de 30 km é indiciado por tentativa de homicídio

Reprodução

Caminhoneiro foi detido na tarde de sábado e responderá por pelo menos 5 crimes

O final de semana ficou marcado por um flagrante impressionante registrado na BR-101, em Penha, no Litoral Norte catarinense. Nas imagens que circulam pelas redes sociais e aplicativos de troca de mensagens é possível visualizar uma carreta arrastando uma moto por mais de 30 quilômetros da rodovia e atingindo outros veículos no trajeto. 

Na motocicleta estava o casal, Sandra Aparecida Pereira, 47 anos e Anderson Antônio Pereira, 49 anos, que voltava de um passeio em Campo Alegre (SC). Após o impacto a mulher ficou caída na pista e o homem conseguiu se equilibrar e se pendurar na porta do caminhão para tentar parar o motorista. No início da noite deste domingo (7), foi confirmado o óbito de Sandra.

De acordo com a Polícia Militar (PM) e a Rodoviária Federal (PRF), o motorista da carreta, de 36 anos, com placas de Taquara (RS) não prestou socorro às vítimas. Ele partiu de São Paulo e seguia com destino o Rio Grande do Sul.


Segundo o delegado, Uiliam Soares da Silva, o homem apresentava sinais de uso de drogas. Um teste de bafômetro deu negativo para o consumo de álcool. Foi apreendida uma porção de cocaína dentro do veículo.

"O estado em que ele se encontrava era de uma pessoa drogada. Quando ele chegou na DP [delegacia de polícia] ele estava tentando morder as pessoas. Ele estava extremamente agressivo", afirmou Uiliam.

O caminhoneiro foi autuado na Central de Plantão Policial (CPP), em Balneário Camboriú, por tentativa de homicídio qualificado pela utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima; por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência; fuga de local de acidente de trânsito e posse de drogas para consumo próprio.

Com informações: G1

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Situações como a desse 'motorista', é que denigre os verdadeiros motoristas. Um sujeito desse deveria ser proibido de dirigir para o resto da vida. Desta vez, só 1 visa se perdeu, mas... E depois quantas poderão ser?

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.