Bolsonaro afirma que governo estudará como zerar imposto sobre diesel de forma definitiva

IVECO/Divulgação

Declaração foi dada durante a saída do Palácio da Alvorada; Cobrança PIS/Cofins sobre o diesel foi zerada por dois meses 

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira, 2 de março, que o Governo Federal seguirá trabalhando nos próximos dois meses para encontrar uma forma de zerar os impostos federais sobre o óleo diesel de maneira definitiva. 

"No decreto de ontem (1º), zeramos por dois meses o PIS/Cofins do diesel, ou seja, desde ontem por dois meses não existe qualquer imposto federal em cima do óleo diesel. E zeramos em definitivo todos os impostos federais do gás de cozinha também", disse Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada. "O que acontece, quando você zera imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, você tem que arranjar recursos em outro lugar. Então, fizemos um limite. Esses dois meses é o prazo para a gente estudar como a gente vai conseguir de forma definitiva 'o zero' de impostos federais em cima do óleo diesel", anunciou.


Imposto zerado temporariamente
O Governo Federal colocou em prática nesta segunda-feira, 1º de março, a suspensão por dois meses da cobrança de impostos federais (PIS/Cofins) sobre o óleo diesel. A medida é confirmada pelo Decreto nº 10.638, publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).


Sua opinião
Não sua opinião, zerar os impostos federais sobre o óleo diesel será uma solução para os atuais preços do combustível no país? O que deveria ser feito para de fato alcançar uma significativa redução no preço? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.



Postar um comentário

0 Comentários