Para combater falta de motoristas, transportadoras investem na formação de profissionais

Adobe Stock
A falta de motoristas profissionais, especialmente caminhoneiros, tem se tornado cada vez mais uma realidade incontestável no Brasil. Levantamento recente, realizado pelo Instituto Paulista do Transporte de Carga (IPTC), revelou que a falta de profissionais já afeta 81% das transportadoras de São Paulo. Em Minas Gerais, a escassez de motoristas também começa a afetar as empresas do estado, segundo o Fetcemg (Federação das Empresas de Transportes de Cargas em Minas Gerais).


Atentas à esse crescente desafio nacional, diversas transportadoras brasileiras estão apostando e investindo na formação de motoristas por meio de cursos e escolas próprias ou até mesmo em parceria com entidades renomadas do setor, como por exemplo a Fabet e o Sest Senat. Conheça agora cinco empresas que optaram pela formação e qualificação de motoristas:

1- Transporte Excelsior
AC Pianaro
Referência no transporte de siderúrgicos, papel, produtos acabados, cargas paletizadas, ensacadas e big bags, a Transporte Excelsior realiza anualmente uma edição da "Escolinha de Motoristas", iniciativa da própria empresa com foco na formação de novos motoristas carreteiros.

No início deste mês, a empresa anunciou a abertura de inscrições para a edição 2020 do projeto. De acordo com a transportadora, homens e mulheres interessados (as) em fazer parte da nova turma devem se inscrever até o dia 05/12/2020. Saiba mais em:


2- Transpanorama
Scania/Divulgação
A Transpanorama Transportes, empresa do Grupo G10, também tem investido fortemente na formação de novos motoristas carreteiros. Neste mês de novembro, a transportadora anunciou uma nova edição do Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Motoristas.

Além da formação totalmente gratuita, a empresa oferece aos participantes material didático, alimentação e alojamento, além da possibilidade de contratação ao final do curso. As inscrições vão até o dia 30/11/2020. Saiba mais:



3- Kothe Transportes
Kothe Trasportes/Divulgação
Em outubro passado, a Kothe Transportes, empresa com sede em Araguaína (TO), anunciou a abertura da 1ª Turma do Curso de Motoristas, iniciativa que teve como objetivo, desenvolver, qualificar e formar profissionais como gestores de unidade de negócio (motoristas carreteiros).

O primeiro curso oferecido pela transportadora também contou com material didático, alimentação e alojamento para todos os participantes. Além disso, os motoristas também participaram de aulas práticas em caminhões com tecnologia de ponta.

4- Transportes Graneleiro
Graneleiro Transportes/Divulgação
Atenta a crescente busca por motoristas qualificados no mercado brasileiro e ciente da grande importância da capacitação destes profissionais, a Graneleiro Transportes Rodoviários, empresa paulista com mais de 65 anos de experiência no transporte rodoviário de cargas, inaugurou em julho de 2019 o primeiro centro de formação de motoristas profissionais.

Batizado de “Escola Preparatória de Motoristas”, o projeto inovador tem como principal objetivo capacitar novos motoristas em até 30 dias, tornando-os aptos para iniciarem o trabalho nas estradas brasileiras através das operações da empresa. 


5- Transjordano
Fabet SP/Divulgação
Também no ano de 2019, a Fabet-SP (Fundação Adolpho Bosio de Educação no Transporte), entidade sem fins lucrativos, e a Transjornado, empresa paulista com mais de 20 anos de atuação no transporte de combustíveis e cargas em geral, firmaram uma parceria para a criação de um programa de formação de motoristas de bitrem.

Além de contar com aulas práticas, o projeto batizado de “Segurança e Sustentabilidade no Transporte de Combustível” -  Formação de Condutores para Biarticulado, também conta com uma parte teórica responsável por abordar  temas técnicos da direção segura e econômica no transporte de combustível, legislação especifica, responsabilidade civil, bem como temas comportamentais: senso de dono, ética, cultura da segurança e da economia, compromisso e responsabilidade, quebra de paradigmas, inteligência emocional e o perfil do motorista gestor.



Postar um comentário

8 Comentários

  1. Quero uma oportunidade também

    ResponderExcluir
  2. Eu quero fazer esse curso sou habilitato na cartegoria AE a mas de 5anos mas como nao tenho experiença na carteira as empressa nao da opontnidade entao eu quero fazer esse curso

    ResponderExcluir
  3. Eu quero fazer esse curso sou habilitato na cartegoria AE a mas de 5anos mas como nao tenho experiença na carteira as empressa nao da opontnidade entao eu quero fazer esse curso

    ResponderExcluir
  4. Eu quero fazer esse curso sou habilitato na cartegoria AE a mas de 5anos mas como nao tenho experiença na carteira as empressa nao da opontnidade entao eu quero fazer esse curso

    ResponderExcluir
  5. Pulem fora q é fria Bino...

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.