Tatra anuncia investimento de R$ 102 milhões na produção de caminhões no Brasil

Tatra/Divulgação
O Brasil está prestes a contar com uma nova marca de caminhões. Na última semana, a TatraBras, subsidiária da Tatra Trucks, que pertence ao grupo CSG Aerospace, da República Tcheca, oficializou um investimento de R$ 102 milhões até 2026 em uma fábrica em Ponta Grossa (PR).

“Vários estados pediram essa planta, mas o forte relacionamento com o Estado, foi preponderante. O Paraná foi escolhido pela pujança, pelo relacionamento entre as entidades empresariais, pela competitividade de Ponta Grossa. Fizemos uma pesquisa muito forte de concorrência antes desse investimento”, explicou Rui Lemes, Presidente da TrataBras. “Nossos caminhões não são exatamente iguais aos on road fabricados no País. Eles são off-road, o diferencial é a flexibilidade dos eixos. Existe essa lacuna no mercado”.

A expectativa inicial é que o investimento gere aproximadamente 300 empregos diretos no período de vigência do acordo, que prevê, ainda, preferência para contratação de mão de obra local e intercâmbio de dez estudantes brasileiros para participar de um programa de treinamento na matriz da Tatra, em Kopřivnice, na República Tcheca.

Com início de produção previsto para fevereiro de 2021, a TatraBras concentrará suas atividades em caminhões off-road 6x6 e 8x8, voltados para operações nos segmentos de mineração, produção florestal e sucroalcooleiro. A nova montadora também prevê o desenvolvimento e produção de caminhões pesados para serviços militares e de defesa. A produção atenderá o mercado brasileiro, sul-americano e a África, e a expectativa de volume de negócios deve ultrapassar R$ 500 milhões nos próximos anos.


“A Tatra é um grande player mundial em caminhões pesados. O Brasil tem uma demanda gigante nesse setor porque é um grande produtor de álcool, de minério e de celulose a partir de campos florestais”, afirmou Ratinho Junior, Governador do estado do Paraná. “Não tenho dúvidas de que a empresa será muito feliz no Paraná e que esse será o primeiro de muitos investimentos”.

A primeira planta da montadora no Brasil, contará com um barracão de seis mil metros quadrados, localizado às margens da BR-376. Inicialmente o local irá operar em sistema CKD (somente montagem) e com uma capacidade para produzir 225 caminhões por ano a partir de 2022 e até 800 caminhões/ano após 2025. A montadora também prevê para os próximos anos a construção de um campo de provas no estado paranaense.

E com o objetivo de ampliar e reforçar a parceria entre a CSG Aerospace e o Grupo Paccar, boa parte dos componentes dos caminhões deve ser adquirida da DAF, também localizada em Ponta Grossa (PR).

Esse é o primeiro grande investimento da CSG Aerospace no Brasil. A holding possui 21 empresas em seu guarda-chuva e já há negociações em andamento para novas plantas.

Sobre a Tatra
Com 170 anos de história, a Tatra é uma das fábricas de caminhões mais antigas do mundo. Reconhecida mundialmente pelos veículos de alta tecnologia e caminhões para a indústria bélica, a montadora tcheca conta com um legado histórico marcado pela sobrevivência  a duas grandes guerras mundiais no século passado e às grandes transformações da República Tcheca, antigo Império Austro-Húngaro e Tchecoslováquia.

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: AEN PR
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários