Mercado de caminhões cai 15% em agosto

Mercedes-Benz/Divulgação
Após três meses consecutivos de crescimento, em virtude dos emplacamentos reprimidos durante o fechamento dos Detrans no período mais crítico da pandemia de Covid-19 (Coronavírus), o mercado brasileiro de caminhões voltou a recuar no mês de agosto.

De acordo com os dados Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), 8.072 caminhões foram emplacados em agosto, recuo de 15,23% em relação a julho, quando foram emplacados 9.522 modelos. Em relação a agosto de 2019, quando foram licenciados 9.579 caminhões, o segmento registrou no oitavo mês deste ano um recuo de 15,73%.


No acumulado dos oito meses de 2020, foram emplacados 55.213 caminhões em todo o país, queda de 15,63% em relação ao mesmo período de 2019, quando foram licenciadas 65.444 unidades.


Pesados seguem em destaque 
O segmento de pesados segue mantendo uma liderança incontestável no mercado brasileiro de caminhões. Segundo a Fenabrave, até julho deste ano, o segmento acumulou uma participação total de 50,20%.

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários