Gincana do Caminhoneiro no trajeto de Santo Estevão/BA

GDC/Divulgação
A rotina do transportador rodoviário de carga é corrida! Carregar, rodar quilômetros e quilômetros, descarregar e no meio do caminho ter que abastecer, calibrar os pneus, ir ao banheiro, se alimentar... Quanto tempo ele perde em suas paradas na estrada? Se for numa das etapas da 29ª Gincana do Caminhoneiro, a resposta é nenhum. Afinal, ele só tem a ganhar! Ganhar tempo checando suas condições de saúde, colocando sua carteira de vacinação em dia e, num momento em que hábitos de higiene e comportamentos precisam ser revistos, ter a oportunidade de aprender novas condutas. E ainda mais: contar com a possibilidade de ficar mais próximo de levar para casa um caminhão IVECO Tector zero km.

Diante desses motivos, caminhoneiros com CNH categorias C, D ou E, que costumam rodar pelo trecho de Santo Estevão terão a oportunidade de otimizar sua parada e participar das ações da Gincana do Caminhoneiro que serão realizadas na cidade, nos dias 5 e 6 de setembro (no Posto Pau de Vela, no km 477 da BR 116) e 11 e 12 (no Posto Faisão 8, no km 470 da mesma rodovia), inclusive com a participação da FPT e Nexpro nesta etapa.

Ao estacionar no Posto Pau de Vela ou no Posto Faisão 8, ambos integrantes de Rede Siga Bem da Petrobras, que, em parceria com a IVECO, patrocina e viabiliza a temporada da Gincana do Caminhoneiro – logo avistarão a estrutura montada para recebê-los, com responsabilidade e seguindo os  mais rigorosos protocolos para evitar ser contagiado ou transmitir o Coronavírus. Logo de cara ele é orientado sobre a necessidade do uso de correto da máscara (bem como e quando trocá-las), além da importância de lavar as mãos frequentemente, usar álcool gel e manter o distanciamento social.


A sua espera estará um circuito de saúde, no qual, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, do Sest/Senat (Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) e da ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres do Ministério da Infraestrutura, serão realizados testes de testes de glicemia, aferição de pressão arterial e temperatura, dicas sobre os cuidados que devem ser tomados para evitar obesidade, e vacinação (de acordo com a disponibilidade da Secretaria Municipal de Saúde da cidade).

Após o circuito de cuidados pessoais, o caminhoneiro terá a chance de ir para a pista montada na arena, onde aprenderá, na prática, a importância de fazer a higienização da boleia e do caminhão, principalmente em pontos que estão mais expostos à contaminação. Feito isso, o caminhoneiro terá a chance de mostra sua habilidade no volante, ziguezagueando entre os cones para terminar a pista no menor tempo possível e sem derrubar nenhum deles. A cada etapa da Gincana do Caminhoneiro um estradeiro é classificado pela melhor performance no slalom.

Em Santo Estevão, serão preenchidas as duas últimas vagas para a segunda semifinal – que irá acontecer no dia 13 de setembro, também na cidade – quando 18 caminhoneiros, classificados entre a 19ª a 36ª etapa, estarão reunidos para disputar cinco vagas para a grande final, prevista para março de 2021. Ocasião na qual o campeão levará para casa um caminhão IVECO Tector zero km.

O teste de habilidade é gratuito. Porém, para conquistar sua oportunidade de ir para a grande final do evento e concorrer ao caminhão IVECO Tector zero km, o caminhoneiro precisa ter passado no atendimento de saúde do local e validar seu tempo. Para isso, basta apresentar um consumo de R$ 500 em combustível nos postos da Rede Siga Bem ou aquisição de créditos de mesmo valor no Cartão do Caminhoneiro Petrobras.
FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários