PRF fiscaliza Arla 32 e flagra crime ambiental na BR-116/RS

Agência PRF/Divulgação
Na tarde desta quinta-feira (6), na BR 116, em Vacaria, a Polícia Rodoviária Federal reteve um caminhão que apresentava irregularidades nos dispositivos destinados a reduzir a emissão de poluentes, por estar em desacordo com a legislação ambiental.

Durante atividades de fiscalização, policiais rodoviários federais abordaram um caminhão Cargo de Flores da Cunha, sendo constatado que havia adulteração no sistema de pós-tratamento de gases poluentes.

Além de infração de trânsito, essa prática configura crime ambiental que prevê pena de até quatro anos de reclusão e multa. O motorista foi apresentado na polícia judiciária local para o registro da ocorrência.


Arla 32
O Arla 32 é um reagente de utilização obrigatória em veículos pesados, ciclo a diesel, com fabricação a partir de 2012. Sua função é diminuir a emissão de NOx (óxidos de nitrogênio), gás altamente prejudicial à saúde humana, responsável pelo efeito estufa e pela chuva ácida. O Arla 32 é pulverizado nos gases da descarga do veículo, e através de uma reação química transforma o NOx em vapor de água e nitrogênio, gases inofensivos ao meio ambiente.
FONTE: Agência PRF

Postar um comentário

0 Comentários