Açotel renova frota com 14 caminhões Volkswagen

VWCO/Divulgação
Com o objetivo de incrementar o atendimento aos clientes da região sudeste, a Açotel, indústria de ferro e aço, acaba de adquirir 14 novos caminhões Volkswagen, sendo, seis VW Constellation 24.280 V-Tronic, seis VW Constellation 17.230 e dois VW Delivery 11.180.

Entregues pela concessionária Sudeste, de Juiz de Fora (MG), os novos modelos ampliam para 90% a participação da marca Volkswagen na frota da empresa. Em média, os novos caminhões que chegam para renovar e ampliar a frota da Açotel, percorrerão cerca de 5 mil quilômetros por mês cada.

“Adquirimos o Delivery 11.180 porque vimos a necessidade de aumentar nossa frota de veículos leves para as entregas regionais e de difícil acesso. Já o modelo Constellation faz parte da nossa frota há alguns anos, para nossas entregas de pesados. Os veículos Volkswagen nos trazem um ótimo custo-benefício em comparação com outras marcas. Temos um baixo custo de manutenção, além do ótimo relacionamento de longa data com a marca”, comenta Bruno Alvim, sócio-diretor da Açotel.

Atualmente a Açotel conta com unidades nas cidades de Três Rios e Petrópolis, no Rio de Janeiro, e Juiz de Fora,  Belo Horizonte e Contagem, em Minas Gerais.


Sobre os modelos
Delivery 11.180 - Indicado para entregas urbanas com agilidade, rapidez nos serviços rodoviários de curtas e médias distâncias, o Delivery 11.180 combina confiabilidade, robustez e o melhor desempenho da categoria. É equipado com motor Cummins ISF, de 3,8 litros e tecnologia SCR, com torque máximo a 600 Nm e 175 cv de potência.

Constellation 17.230 – No pacote Prime ou Robust para a versão de cabine estendida leito teto baixo e alto, o veículo traz a robustez necessária para quem precisa de um caminhão com durabilidade e baixo custo de investimento. Com tecnologia EGR de tratamento de emissões, que ao contrário do SCR não necessita de Arla 32,  representa uma vantagem tanto em termos operacionais quanto de economia.

Constellation 24.280 V-Tronic – Ideal para o segmento de distribuição, o veículo está equipado com a nova transmissão automatizada Eaton MHD de dez velocidades. O resultado é a máxima capacidade de controle nas trocas de marcha, redução de consumo de combustível de até 3% na média da frota com a padronização do consumo e mais facilidade de manobras em baixa velocidade e ré.

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: VWCO

Postar um comentário

0 Comentários