header ads


Scania entrega os primeiros caminhões a gás do Brasil

Scania/Divulgação
Cumprindo com a promessa de liderar a transição para um setor de transporte mais sustentável, a Scania entra para a história da indústria automobilística nacional com a entrega dos primeiros caminhões movidos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano do Brasil.

Nesta semana, a Casa Scania Codema, de Guarulhos (SP), responsável pela venda, suporte operacional e futuras manutenções, entregou dois modelos R 410 6x2 para a RN Express e dois R 410 6x2 para a Jomed LOG. Os quatro caminhões serão empregados no transporte de produtos da L’Oréal em rotas entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

“Este momento é de grande alegria para a Scania no Brasil e no mundo. Celebrar a entrega dos primeiros caminhões a gás comprova que estamos no caminho certo liderando a mudança para um sistema de transporte mais sustentável”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil. “A Scania, a RN Express e a Jomed LOG entram juntas para a história comprovando que estão, de fato, contribuindo para a redução das emissões de CO2 no planeta. Temos certeza que estas duas transportadoras e seus embarcadores servirão de modelos para outras empresas.”

“Foi sem dúvida um momento histórico para a Scania e a Codema. Fazer a cerimônia de entrega, durante o período da quarentena do coronavírus, foi um desafio que contou com a máxima segurança. Os caminhões precisam rodar para cumprir os acordos e os clientes não viam a hora de ter esses modelos mais sustentáveis circulando pelas estradas”, diz Eronildo Santos, diretor-geral das casas cativas da Scania, formadas pelas concessionárias Codema (SP e MG), Cavese (SC) e Suvesa (RS).

Os quatro modelos entregues nesta semana, foram adquiridos pelas empresas na última edição do Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Carga (Fenatran 2019), sendo a RN Express a transportadora que comprou o primeiro caminhão movido a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano do Brasil.

LEIA: Scania vende primeiro caminhão 100% movido a GNV da Fenatran 2019


Concessionárias preparadas
A chegada dos caminhões a gás no mercado brasileiro não se resume apenas a produção e comercialização dos modelos. Segundo a Scania, a rede de concessionárias Scania está sendo preparada para dar todo o apoio aos clientes.

Destaque para a introdução de boxes exclusivos, ferramentas e check-list especiais, que serão implementados ao longo dos próximos meses. De acordo com a marca são alterações que não demandam grandes mudanças nas atuais e modernas estruturas de atendimento ao cliente.

“Daremos todo o suporte para a operação dos clientes. Vamos garantir a manutenção em dia e a disponibilidade da frota.”, completa Eronildo Santos.

Scania/Divulgação
Sobre os caminhões
Desenvolvidos para operações de médias e longas distâncias, os inéditos caminhões pesados Scania movidos a gás contam com motores de 12,7 litros, 6 cilindros, 410 cavalos de potência e Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis), construídos para ser 100% a gás e biometano, ou usando uma mistura de ambos.

Por não se tratarem de versões a diesel convertidas, os novos modelos Scania contam com garantia de fábrica e tecnologia confiável que garante um desempenho consistente e força semelhante ao caminhão a diesel. Além disso, os modelos são 20% mais silenciosos e garantem uma redução de até 15% nas emissões de CO2 quando abastecidos com GNV e de até 90% com biometano. Já a autonomia de cada caminhão é de até 550 quilômetros.

Os quatro caminhões adquiridos pelas empresas paulistas contam ainda com todos os benefícios dos Serviços Conectados Scania, como por exemplo, gestão inteligente da frota e controle dos custos operacionais. Ambas optaram pelo Pacote Desempenho que além do custo benefício extremamente competitivo, permite o acompanhamento em tempo real tanto do veículo como da forma de condução, individualmente, e garante um retorno imediato do investimento.

Expectativa de vendas
Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, 28 de maio, Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil, afirmou que apesar do cenário conturbado pela pandemia de Covid-19 (Coronavírus), a marca esperar encerrar 2020 com um número próximo de 100 caminhões a gás vendidos no país.

LEIA: Scania inicia produção de caminhões a gás no Brasil

Scania/Divulgação
TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários