Bolsonaro veta extensão do auxílio emergencial para caminhoneiros e outras categorias

O Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, vetou nesta sexta-feira, 15 de maio, a extensão do auxílio emergencial de R$ 600,00 para 50 novas categorias profissionais, incluindo a de caminhoneiros autônomos. A decisão é confirmada pela Lei Nº 13.998, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de hoje. O documento prevê a extensão do benefício apenas para mães adolescentes.

No dia 27 de abril, Bolsonaro já havia afirmado que a extensão do auxílio não estava prevista, em virtude dos altos custos que a medida acarretaria. "São três parcelas de R$ 600. Não está prevista a ampliação, até por que cada parcela está na casa, um pouco acima, dos R$ 30 bilhões.".



A extensão do benefício, conhecimento popularmente como "Coronavoucher", havia sido aprovada pelo Congresso Federal em abril e aguardava apenas a decisão da Presidência da República.


Apesar da negativa de Bolsonaro, o próprio Congresso ainda pode rever a decisão, entretanto, não há prazo para que isso aconteça. A expectativa do Governo Federal é de que os parlamentares respeitem os vetos. 

Confira na íntegra a Lei Nº 13.998: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários