Governo Federal lança edital para testar ‘drogômetro’ nas rodovias

O Ministério da Justiça lançou na última sexta-feira, 28 de fevereiro, um edital para testar o “drogômetro” nas rodovias federais de todo o país. Semelhante ao bafômetro, o aparelho é capaz de identificar o consumo de substâncias psicoativas a partir da saliva.

LEIA: Conheça o Drogômetro: Uma alternativa mais eficaz que o exame toxicológico

Durante a fase de testes, os equipamentos  deverão ser capazes de confirmar sensibilidade de, no mínimo, 75% em motoristas após o consumo de oito tipos de substâncias ilícitas, como por exemplo, maconha (THC), cocaína (BZE), anfetamina, metanfetamina, anfepramona, femproporex, clobenzorex e metilenodioximetanfetamina (MDMA).


Os testes de eficácia dos equipamentos ao longo de 2020, ficará a cargo da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD). Neste período, as empresas cederão seus aparelhos gratuitamente para os experimentos. Entretanto, durante as fiscalizações experimentais, os motoristas flagrados não serão multados.

Após a fase experimental e comprovação da eficácia, o “drogômetro” passará por um processo de regulamentação pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e pelo Inmetro. Posteriormente, os equipamentos passarão a fazer parte das ações de fiscalização de trânsito em todo o país.

LEIA: Governo Bolsonaro planeja 'drogômetro1 para flagrar motoristas sob efeito de drogas

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários