Scania inicia testes com caminhões movidos a hidrogênio

Scania/Divulgação
Em parceria com o atacadista norueguês ASKO, a Scania iniciou recentemente testes operacionais com quatro caminhões movidos a gás hidrogênio. O projeto piloto servirá de base para aprendizado e desenvolvimento para ambas as empresas.

“A Scania continua trabalhando com a tecnologia de ponta que suporta a mudança para o transporte livre de fósseis. Uma parte importante disso é feita em conjunto com alguns de nossos parceiros mais progressistas, como a ASKO, no desenvolvimento próximo ao cliente”, diz Karin Rådström, chefe de vendas e marketing da Scania.

“O gás hidrogênio é uma opção interessante para o transporte eletrificado de longa distância e os primeiros testes mostram que a tecnologia também funciona bem em climas mais frios. Continuaremos a monitorar de perto o desempenho desses caminhões. Quero também elogiar a ASKO por tomar medidas precoces e ousadas para garantir o fornecimento de hidrogênio proveniente de fontes renováveis ​​e infraestrutura para abastecimento. É uma empresa que realmente toma medidas para catalisar uma mudança em direção ao transporte sustentável ”, diz Rådström.

Presente em todos as atividades da Scania, a modularidade também é uma característica marcante deste projeto piloto. Nos quatro caminhões implantados nas operações da ASKO, o motor de combustão interna no trem de força é substituído por uma máquina elétrica, alimentada por eletricidade a partir de células de combustível alimentadas com hidrogênio e de baterias recarregáveis. O restante do trem de força é composto pelos mesmos componentes padrão usados ​​nos caminhões e ônibus híbridos que a Scania já fornece.


Ficha técnica
PBT: 26 + 1 toneladas
Configuração: 6 × 2 * 4
Trem de força: máquina elétrica de 290 kW / saída contínua de 210 kW, transmissão de 2 velocidades, torque máximo de 2200 Nm
Capacidade instalada da bateria: 56 kWh Li-ion
Carregador de bordo: 22 kW CA com interface de carregamento CCS
Célula de combustível: PEFC de 90 kW entregue por terceiros
Armazenamento de hidrogênio: 33 kg a 350 bar
Autonomia: 400-500 km

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: Scania
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

0 Comentários