Volvo amplia linha VNR com modelo 660

Volvo/Divulgação
Apresentada ao mercado norte-americano em 2017, a linha Volvo VNR, desenvolvida para aplicações de curtas e médias distâncias, passa a contar agora com mais um modelo, o VNR 660, um dos grandes destaques da marca na North American Commercial Vehicle (NACV).

De acordo com a montadora, o novo cavalo mecânico conta com motor Volvo D11, com opções de potência de 325 cv ou 425 cv, transmissão Volvo I-Shift e Volvo Active Driver Assist (VADA) 2.0, sistema de prevenção de colisões. 

Com objetivo de atender as diferentes legislações de comprimento e peso existentes na América do Norte, sem comprometer a capacidade de carga, o novo Volvo VNR 660 se destaca pelo comprimento de apenas 4,16 metros, característica que reduz de forma significativa o peso do veículo e permite o uso de implementos mais versáteis e com maior capacidade de carga. 


"O novo modelo de caminhão VNR 660 atende às necessidades dos clientes de transporte regional que procuram maneiras de aumentar a carga útil, diminuindo o peso do veículo e permitindo o uso de tamanhos maiores de reboques sem sacrificar a eficiência", disse Chris Stadler, gerente de marketing de produtos da Volvo Caminhões América do Norte. "Este novo modelo também oferece o conforto e espaço extra de uma cabine teto alto, aumentando o conforto do motorista."

Destaca-se ainda a presença da cabine leito com possibilidade de instalação de beliche, espaço para geladeira, microondas e televisão com armazenamento acima dos assentos do motorista e do passageiro e pacote Volvo Premier Trim, que inclui acabamentos em grão de madeira. 

"Na Volvo Trucks, é fundamental entendermos os negócios de nossos clientes e fornecer soluções que aumentam sua eficiência operacional", disse Stadler. “Além de um caminhão que atende às necessidades específicas da aplicação, nossos clientes de transporte regional desejam ambientes de vida aprimorados dentro da cabine para atrair e manter motoristas profissionais. O novo VNR 660 certamente cumpre esses objetivos. ”

Postar um comentário

0 Comentários