Uber investirá US$ 200 milhões em serviço de caminhões

Jim Allen/FreightWaves
Atenta a crescente demanda pelo transporte rodoviário de cargas, a Uber anunciou recentemente um investimento anual de R$ 200 milhões no Uber Freight. Parte deste investimento será destinado a expansão das operações através um novo escritório em Chicago e na contração de 2 mil colaboradores nos próximos três anos.

Lançado oficialmente em 2017, o Uber Freight é uma plataforma que otimiza o contato entre caminhoneiros e empresas que precisam do transporte rodoviário de cargas. Disponível em 48 estados americanos e com operações iniciais na Europa, o serviço cobra um percentual pelas viagens realizadas.


Apesar de não revelar números relacionados ao transporte rodoviário de cargas, nas palavras de Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, "o setor mostrou um crescimento impressionante mesmo com um mercado mais ameno”.

O investimento significativo em um segmento diferente ao do transporte de passageiros se caracteriza como uma estratégia coerente, uma vez que a empresa vem enfrentando uma batalha judicial nos Estados Unidos em relação aos registros trabalhistas dos condutores. Além disso, a própria Uber registrou uma desaceleração do crescimento no último trimestre, ao alcançar um faturamento de 3,1 bilhões de dólares.

Esta não é a primeira vez que a Uber realiza novos investimentos no transporte rodoviário de cargas. Anteriormente a companhia havia investido no desenvolvimento de caminhões autônomos, porém o projeto foi descontinuado.

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

4 Comentários

  1. oi boa tarde ,gostaria muito de trabalhar na europa,so queria uma oportunidade.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. No Brasil nem precisaram investir em uber para transportes, as cargas já vão de carona nos caminhões mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conheço o serviço mas acredito que seria mais uma forma de empregos para o nosso tão sofrido Brasil. Vou acompanhar os próximos passos pra entender melhor.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.