Mercado de caminhões e ônibus cresce 51% no primeiro trimestre de 2019

O mercado brasileiro de caminhões e ônibus encerrou o primeiro trimestre de 2019 com otimismo e crescimento significativo em relação ao mesmo período do ano anterior, fato confirmado pelos dados recém-divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). 
Segundo os dados da entidade, ao longo do mês de março foram emplacados 9.633 veículos pesados, sendo 7.628 caminhões e 2.005 ônibus, crescimento de 31,83% em relação a março de 2018. O acumulado do primeiro trimestre 2019 (27.572 veículos) também apresentou um crescimento significativo em relação ao mesmo período de 2018 (18.283 veículos), de acordo com a Fenabrave o crescimento chegou a 50,81%.
Se considerarmos cada segmento separadamente, os dados da Fenabrave registraram nos três primeiros meses de 2019 (21.377 unidades) um crescimento de 45,74% no número de emplacamentos de caminhões em relação ao mesmo período 2018 (14.668 unidades). Já o mercado de ônibus também apresentou números positivos nos comparativos, em relação aos três primeiros meses de 2018 (3.615 unidades) os emplacamentos cresceram 84,14% em 2019 (6.195 unidades). 
Para o Vice-Presidente para o Segmento de Caminhões, Ônibus e Implementos Rodoviários, Sérgio Zonta, a tendência será de manutenção do otimismo. “As vendas de caminhões devem continuar em ritmo de crescimento consistente, embora de forma mais moderada. Os modelos extrapesados continuam puxando para cima este desempenho, em muito baseados na oferta de crédito para o segmento”, comentou Zonta, ressaltando que as taxas de juros oferecidas pelos bancos privados estão mais atrativas do que as do Finame.
A expectativa é de que as vendas sigam em ritmo de crescimento ao longo de 2019.

Confira na íntegra o relatório da Fenabrave: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Caminhões e Carretas

Postar um comentário

1 Comentários

  1. E AGORA SOFRE COM A SOBRA DE CAMINHÕES E FRETE BAIXO!

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.