Governo Bolsonaro não renovará desconto no preço do óleo diesel

O novo Ministro de Minas e Energia, General Bento Albuquerque, confirmou nesta semana que o governo federal não dará continuidade ao programa de subvenção econômica à comercialização de óleo diesel que garante um desconto de R$ 0,30 em cada litro do combustível ao longo de 2018. 
O programa implementado durante a gestão do Ex-Presidente Michel Temer fazia parte do acordo feio com caminhoneiros que lideraram a paralisação ocorrida no final de maio de 2018. Dentre as reivindicações da categoria estava a redução do preço do combustível em todo o país. 
“Isso acabou no dia 31 de dezembro. Não é uma questão de subsídio ao diesel, é uma questão de deixarmos o mercado estabelecer os preços”, destacou o General Bento Albuquerque. 
Ainda segundo o Ministro, não há nenhuma intenção por parte do Governo Federal de influenciar na política de preços da Petrobras, mas que é preciso dar mais transparência ao sistema de precificação da petroleira. 
"O que vamos e estamos trabalhando com a Agência Nacional do Petróleo e com a Petrobras é dar mais transparência a essa política, para que a população e a sociedade entendam aquilo que se está pagando. E, evidentemente, quando damos transparência a esse processo, podemos fazer algumas correções, eliminar subsídios e tornar mais claro aquilo que efetivamente é justo que seja pago pelo consumidor", completou.
Palavra da Petrobras
Também nesta semana, o novo Presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, defendeu o fim dos programas de subsídios e criticou qualquer interferência do governo para beneficiar os consumidores. Durante a cerimônia de posse, o novo Presidente da estatal prometeu ainda um “sonoro não para os subsídios” dos combustíveis.


Aumento no preço do óleo diesel
Logo após o fim do programa de subvenção econômica à comercialização de óleo diesel, a Petrobras anunciou um aumento de 2,5% no preço do combustível comercializado nas refinarias de todo o país. O reajuste entrou em vigor no dia 1º de janeiro de 2019. 

Postar um comentário

0 Comentários