Petrobras eleva o preço do óleo diesel em 2,5% no 1º dia de 2019

Já nas primeiras horas de 2019, a Petrobras colocou em prática o primeiro reajuste significativo no preço do óleo diesel. Segundo a petroleira, a 0h desta terça-feira, 1º de janeiro, o preço do combustível foi elevado em 2,5% (R$ 0,045) em todas as refinarias do país, passando de R$ 1,8088 para R$ 1,8545. 
O primeiro aumento do ano acontece em virtude do fim do subsídio acordado entre o governo federal e os caminhoneiros que lideraram a paralisação ocorrida no final de maio de 2018. Um dos pontos do acordo foi uma redução de R$0,46 do preço diesel nas refinarias. Desse valor, R$ 0,16 foram obtidos por meio de redução de tributos, R$ 0,30 foram assegurados por meio do programa de subvenção válido até 31 de dezembro de 2018.
Segundo comunicado oficial da Petrobras, apesar do aumento colocado em prática no primeiro dia de 2019, o preço do combustível está 11,75% mais barato (R$ 0,1771) do que em 1º de maio de 2018 (R$ 2,0316). Ainda segundo a petroleira, mesmo  considerando o reajuste, o preço médio do diesel comercializado pela empresa acumula queda de 2,1% em 12 meses. 
A decisão de elevar ou não o preço do óleo diesel nas bombas dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis, já que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados. 

Frequência de alterações no preço do óleo diesel 

Na última sexta-feira (28), a Petrobras aprovou um mecanismo financeiro de proteção complementar à política de preços do diesel, semelhante ao utilizado na gasolina, que permitirá à companhia manter a cotação do produto estável nas refinarias por um período de até sete dias em momentos de elevada volatilidade.
Segundo a Petrobras, o mecanismo de proteção complementar dá “flexibilidade adicional” à gestão da política de preços do diesel, “conciliando seus interesses empresariais com as demandas de seus clientes e agentes de mercado em geral”. A companhia destacou que terá a opção de aplicar o mecanismo logo após o encerramento do programa de subvenção.

Confira na íntegra o aumento da Petrobras: CLIQUE AQUI 

TEXTO: Lucas Duarte
FOTO: Marcelo Camargo

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário