Primeiro Scania movido a bioetanol entra em operação

Confirmando a liderança na transição para um sistema de transporte mais sustentável, a Scania entregou recentemente o primeiro modelo movido a bioetanol.
Adquirido pela Lantmännen Agroetanol, responsável pela maior biorefinaria da região nórdica europeia e operado pela transportadora Josef Lindberg i Sandarne, O Scania R 410 movido a bioetanol ira operar em rotas pré-definidas em solo sueco. 
"Eu só fiz algumas viagens com o caminhão e parece ter o desempenho esperado", diz o motorista Mikael Söderqvist. “A única diferença notável é que você não tem aquele cheiro característico de diesel. O motor de 410 cv parece forte, mas eu estou estragado, tendo dirigido um Scania V8, e este é compreensivelmente mais fraco em comparação. No entanto, também estou muito entusiasmado com a nova geração da Scania.” completa.
Segundo a montadora sueca, ao ser abastecido com ED95 (bioetanol com aprimorador de ignição) o modelo é capaz de reduzir em até 90% as emissões de carbono, além de reduções significativas nas emissões de óxido de nitrogênio e de material particulado. 
Ainda segundo Scania, o motor movido a bioetanol fornece 2.150 Nm de torque, igual ao tradicional motor a diesel. Além disso, o consumo de combustível também está em pé de igualdade com um motor diesel convencional. A versão a bioetanol utiliza ainda o mesmo tratamento pós-SCR que a Scania aplica a quase todos os seus motores Euro 6.
Dentre as diferenças em relação a versão a diesel destaca-se, o sistema de injeção de combustível e aos cilindros que foram modificados para aumentar a compressão, garantindo o melhor aproveitamento e queima do combustível durante toda a operação. 

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário