Primeiro Scania XT movido a gás natural é entregue na Bélgica

A Scania entregou na última semana a primeira unidade da linha XT equipada com motorização a gás. Lançada em junho, a nova opção de motorização para a gama off-road da montadora sueca tem como principal objetivo oferecer uma alternativa sustentável para o setor de construção, com emissões de carbono significativamente reduzidas.


À cidade belga de Hasselt foi grande responsável pela aquisição do primeiro modelo XT no mundo equipado com a nova opção de motorização. O Scania P340 4x2 equipado com carroceria basculante foi selecionado pelo conselho municipal devido às suas emissões mais baixas.
“O GNV garante menores emissões de carbono, mas o que é ainda mais importante nos ambientes urbanos é que esse caminhão emite 95% menos partículas, ao contrário de seus equivalentes a diesel”, diz Joost Venken, conselheiro de meio ambiente e sustentabilidade. "Além dos benefícios para a saúde, o GNV também é consideravelmente mais barato de operar".
Segundo o órgão municipal, a cidade de Hasselt está disposta a investir em uma frota de veículos mais limpa, e o caminhão Scania se encaixa perfeitamente. “No momento, o Gás Natural Comprimido (GNC) é a escolha mais sustentável que podemos fazer. Os caminhões elétricos que atendem aos requisitos ainda não estão disponíveis na Bélgica ”, acrescenta Michel Froidmont, Conselheiro de Infraestrutura e Obras Públicas de Hasselt.
“Não há comprometimento de energia, e comparado com veículos elétricos, o reabastecimento de GNV é consideravelmente mais rápido. Os motores a gás da Scania também podem funcionar igualmente bem com biogás no futuro, para que possamos continuar a reduzir significativamente as emissões de CO 2 ”, completa Veken. 
De acordo com a montadora sueca, o Scania XT a gás atenderá as diversas e versáteis aplicações do setor de construção, especialmente em transportes de e para os centros das cidades, onde as preocupações com a qualidade do ar provocaram limitações de tráfego.
TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário