Scania apresenta linha de motores de 7 litros

Além da nova geração de caminhões voltada para aplicações urbanas, a Scania apresentou na última semana (quinta-feira, 7) a inédita gama de motores de 7 litros, destinados a esses mesmos modelos urbanos. 
“Com a nossa nova família de motores, estamos a ampliando significativamente a nossa oferta para um número crescente de clientes cuja atividade se desenvolve principalmente em meio urbano,” afirma Henrik Eng, Diretor de Produtos Urbanos da Scania Trucks. “Características como uma redução de 360 kg de peso e uma significativa redução do consumo de combustível vão ao encontro das necessidades de soluções de transporte sustentáveis, típicas das cidades em crescimento. Porém, apesar do formato, isto não significa que abrimos mão das características típicas da Scania, como desempenho, robustez e tempo de atividade.”
Desenvolvido em parceria com a Cummins, parceira de longo prazo da montadora sueca no desenvolvimento de motores e componentes, o novo motor DC07 chega ao mercado europeu com três níveis de potência – 220, 250 e 280 CV e seis cilindros em linha. 
Com boas características de baixas rotações e um turbo compressor de geometria fixa que garantem uma redução significativa no consumo de combustível, este novo motor utiliza apenas redução catalítica seletiva (SCR) para o pós-tratamento do gás de escape da norma Euro 6.
Outro grande destaque dos novos motores de 7 litros é a redução de peso em relação aos já conhecidos motores de 9 litros. Segundo a montadora a redução de peso chega a 360 kg, que pode ser convertida em carga útil, desde que todas as demais características sejam mantidas. Ainda segundo a Scania, com a otimização dos modelos, não há nada que impeça o cliente de conduzir veículos de até 26 toneladas com o novo motor de 7 litros.
“As comparações com o DC09 são relevantes, mas se tiver de carregar muitas vezes um veículo de três eixos até ao máximo da sua capacidade, um motor maior e as características que ele proporciona são, provavelmente, a opção certa, ” Henrik Eng. “Talvez deva antes pensar num veículo de distribuição que possa começar o dia com um peso de carga bruta de 18 toneladas, mas que em breve passará para as 10 a 12 toneladas, após ter feito algumas entregas. Nesse caso é mais sensato não ter um motor com um desempenho desnecessariamente elevado, principalmente porque desse modo poderá poupar até 10% de combustível, segundo as avaliações da própria Scania. A nossa oferta inclui sempre a criação da solução certa, num diálogo com o cliente e com base nas suas reais necessidades. ” Completa Henrik Eng. 
A nova gama de motores de 7 litros proporciona ainda mais conforto ao motorista, graças a redução do túnel do motor nas cabines da série P, devido a menor espaço ocupado pelos mesmos. De acordo com a Scania, a redução do túnel do motor chega a 95 mm, tornando a cabine mais arejada e ampliando a possibilidade de deslocamento do condutor. A novidade possibilita a colocação dos mesmos porta objetos da linha G.
“Estamos convencidos de que muitos clientes que circulam exclusiva ou parcialmente em ambientes urbanos irão apreciar esta opção. Existem vantagens puramente práticas, mas também uma sensação de espaço e arejamento, desejáveis neste tipo de aplicações.”, completa Eng. 

Com lançamento da nova linha de motores de 7 litros, a Scania passa oferecer ao mercado europeu 4 famílias de motores (7, 9, 13 e 16 litros) com potências de 220 cv a 730 cv. 

Confira a ficha técnica dos novos motores:
TEXTO: Lucas Duarte
Blog Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário