Contran estabelece novas regras para a amarração de cargas

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou no Diário Oficial da União (DOU) da última sexta-feira (18) a resolução 552, que estabelece novas regras para a amarração de cargas. A regulamentação da amarração de cargas era aguardada desde 1997. 
A resolução 552 determina que os veículos fabricados a partir de 1º de janeiro de 2017 deverão atender todos os requisitos previstos na resolução. Já os veículos que estão em circulação estarão sujeitos ao cumprimento da resolução 552 a partir de 1º de janeiro de 2018, ou seja, os transportadores terão até o fim de 2017 para adequarem seus veículos aos requisitos estabelecidos pela legislação. 
Dentre as proibições, destaca-se a proibição da utilização de cordas para a amarração de cargas, sendo seu uso permitido apenas para a fixação da lona de cobertura, quando exigível. A resolução proíbe também a utilização de dispositivos de amarração em pontos constituídos de madeira ou, mesmo sendo metálicos, que estejam fixados na parte de madeira da carroceria. 
A resolução 552 exige que deverão ser utilizados como dispositivos de amarração, cintas têxteis, correntes e cabos de aço, com resistência total a ruptura por tração de, no mínimo 2 vezes o peso da carga. Já as barras de contenção, trilhos, malhas, redes, calços, mantas de atrito, separadores, bloqueadores e protetores poderão ser utilizados como dispositivos adicionais. 
O texto estabelece também novas regras para o transporte de cargas indivisíveis em veículos do tipo prancha ou carroceria, como por exemplo, máquinas e equipamentos. Fica determinado que esse tipo de carga deverá conter pelo menos 4 pontos de amarração, por meio da utilização de correntes, cintas têxteis, cabos de aço ou combinação entres esses tipos.  
Outro ponto importante a ser destacado é que os dispositivos de amarração só poderão ser passados pelo lado externo da carroceria em veículos do tipo carga seca quando a carga ocupar totalmente o espaço interno da carroceria. Caso não ocupe totalmente o espaço interno, os dispositivos de amarração deverão ser passados pela parte interna. Conforme mostrado na figura abaixo:
Com o intuito de evitar o esmagamento da cabine devido ao descolamento da carga, a resolução 552 determina que o transportador deva utilizar dispositivos diagonais que impeçam a movimentação da carga tanto para frente como para trás, quando a mesma não ocupar totalmente o espaço interno da carroceria no sentido longitudinal. Veja a figura abaixo: 
Foram necessários 18 anos para que a regulamentação da amarração de cargas fosse definida, agora resta saber como as novas regras serão vistas pelos caminhoneiros e transportadores. Vale ressaltar ainda que as novas exigências além de visar a própria segurança do condutor do veículo de carga, garante também maior segurança para os condutores e passageiros dos demais veículos em circulação. 

Confira na íntegra a Resolução 552 no Diário Oficial da União: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

28 comentários:

  1. Quando todos comprarem as cintas, alguém vai decidir que as cargas andam mais seguras quando estão soltas...kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o tal kit de primeiro socorros ? Esse filhos da p... Não tem o que enventar roubam que só a peste esses fios do canso fio do cabrunco e a gente que anda com caminhão e pagam a conta dos roubos. Merda de politicos no minimo algum animal desse deve ser dono de fabrica de cinta

      Excluir
  2. verdade vai ser igual o extintor

    ResponderExcluir
  3. quero trabalha em um desse ai

    ResponderExcluir
  4. É IMPRESSIONANTE DEPOIS DE 18 ANOS E VÊEM COM UMA BOSTA DESSAS , MANDA UM DESSES BABACAS QUE FIZERAM ESSA RESOLUÇÃO 552 AMARRAREM UMA CARGA DE FRUTAS COM CINTAS , SÓ FAZEM REGRAS PRA FUDEREM COM OS MOTORISTAS , , A PRÓXIMA DEVE SER A PROIBIÇÃO DE SE CARREGAR CARGA EM CAMINHÕES É SÓ ESPERAR ......... E ESTÁ DITO.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pela lei da gravidade peso desce, porque as cintas tem que ser para o dobro do peso da carga? vocês tem que procurar o que fazer e para de hipócritas o governo não pensa na vida de ninguem pensa somente em arrecadar fingido de bonzinho.

      Excluir
  5. Brasil tá atrasado em tudo... um país sem projeção naquilo que faz... moro a 9 anos na Itália e trabalho de motorista aqui e não existe próprio transportar fruta e verduras em caminhões com grades baixa ou alta. Todo transporte de fruta e verduras vão transportados em caminhões com câmera frias. E agora lança uma lei de bosta dessa aí só para comer mais dinheiro para o governo e mais despesas para transportador. . Um abraço para todos os caminhoneiros do Brasil... guerreiros que movimentam nas costas esse país.

    ResponderExcluir
  6. É sentar atrás de uma mesa e fazer resoluções e fácil vai trabalhar p ver como é

    ResponderExcluir
  7. É sentar atrás de uma mesa e fazer resoluções e fácil vai trabalhar p ver como é

    ResponderExcluir
  8. `Para piorar não explicam direito, pelo que entendi se minha carga pesar 14.000 kilos terei que ter cintas q suportem no mímino 28.000 , aí li também q tem q ter 1 cinta a cada 1.20 metros da carroceria, fiz uma conta e cheguei a conclusão que 6 cintas de 5 cm que suporta 5 toneladas é suficiente será q é isso mesmo ? Pq pra ajudar tenho cliente que já proibiu de amarrar a carga com cordar , tem q levar as bençãos da cinta senão nem carrega, tem q fazer milagre e comprar pq são quase R$ 100 conto cada um de 5 cm com catraca

    ResponderExcluir
  9. Quer dizer amarrar com borracha nunca mais e agora é lei usar cinta no bujao de gás a cada dia fico com mais pena dos guerreiros da estrada !!!

    ResponderExcluir
  10. Eh cada lei que esses babacas inventam só pra sacanear quem trabalha , vão fazer leis pra prender políticos corruptos e deixem o povo em paz que já esta cansado de sustentar esse bando de ladrões

    ResponderExcluir
  11. sou fabricante de carroceria de madeira, mas não entendi até agora como funciona esta lei, se é longarina e barrotes de ferro ou pode adptar as chapas para catraca?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meio dificil essa nova lei.. Muitas carrocerias como imagino seu caso, são 90% madeira. Não tem perfil ou barrote de ferro.. Então, onde amarra?

      Excluir
  12. Bando de desgrassados não sabem nada de amarração que merda e essa agora estamos lascados com essa merda vamo para de transporta e a melhor opção nessa merda de pais do caralho bando de sem vergonha vem amarra a carga vocês vem transporta vocês cambada de FDP senta o rabo nessa cadeira e inventa merda pra fude com a vida do transportador vai toma nu cu cambada de corruptos dos infernos

    ResponderExcluir
  13. Bando de desgrassados não sabem nada de amarração que merda e essa agora estamos lascados com essa merda vamo para de transporta e a melhor opção nessa merda de pais do caralho bando de sem vergonha vem amarra a carga vocês vem transporta vocês cambada de FDP senta o rabo nessa cadeira e inventa merda pra fude com a vida do transportador vai toma nu cu cambada de corruptos dos infernos

    ResponderExcluir
  14. Deve ter algum político dono da fábrica d cintas. Lembra do kit primeiro socorros e os extintores?

    ResponderExcluir
  15. Bem vindos ao Brasil. Pensavam que moravam na Suíça? kkkkk. Esquenta não esse ano tem eleições, para a maioria dos políticos serem reeleitos e o povo ficarem reclamando em 2019. Cada povo merecem os políticos que tem e o brasileiro está bem servido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses deve ser deputado falido que invent essas merda eu sou caminhoneiro eles só sabem prejudicar quem quer trabalhar ☹️☹️

      Excluir
  16. porque o governo esta tao preocupado com as vitimas de acidente de carga amarrada com corda e não vê quantas pessoas estão sendo mortos pelo trafico e também por pessoas que não velem um projeteis ? só eu fui assaltado 06 vezes com caminhão e ninguém pensou em mim.

    ResponderExcluir
  17. Vamos amarrar o governo com cintas

    ResponderExcluir
  18. Com as cintas eu concordo pois uso cintas muito tempo da menos trabalho do que as cordas não concordo e com a exigência desses novos grampos que inventaram para substituir os antigos só para termos outro gasto desnecessário

    ResponderExcluir
  19. Mesmo entendendo a insatisfação de todos acima, comprei um lote de Cintas de Amarração direto da Fabrica e estou vendendo o Conjunto (Catraca, Rabicho, Fitas e Ganchos) de 3 Ton x 9 metros por R$ 60,00 e de 5 Ton. x 9 metros por R$ 80,00. Se alguem se interessar por favor ligue para o Cel. 87 98862-6801 falar com VALTER. (Frete por conta do comprador)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso que eu chamo de brasileiro nato...

      aproveita a caganeira para lucrar oferecendo papel higiênico...

      depois não se sabe pq esse país tá assim! ô raça...

      Excluir