Sinotruk antecipa fábrica no Brasil


A elevação de 30% no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de veículos importados obrigou a fabricante chinesa de caminhões Sinotruk antecipar o cronograma de construção da sua fábrica no território nacional em dois anos, de 2015 para 2013. A notícia foi dada pela diretoria da montadora na Fenatran.
Ainda sem divulgar valores de investimentos na unidade, que deve ser erguida em Curitiba (PR), a empresa adiantou que há previsão de uma nova gama de modelos chegando às lojas em abril do ano que vem todos adequados para o Euro 5 ou Proconve P7.
Iniciando suas operações em sistema CKD, com algumas peças provenientes da China, a Sinotruk revelou que pretende impulsionar aos poucos a porcentagem de nacionalização de seus caminhões para não ter problemas com o governo brasileiro, atendendo às novas normas do imposto de importados e atingindo índice de 65% de nacionalização.
De acordo com Joel Anderson, diretor geral da Sinotruk Brasil, fora a questão do IPI, o bom momento da economia nacional motivou a revisão dos planos. “Fora o IPI, optamos por adiantar nossas ações da fábrica a fim de aproveitar o bom momento vivido pelo mercado nacional”.

A7
Aos consumidores que visitaram a feira, a marca apresentou a inédita família de caminhões A7. Além disso, a empresa destacou a linha Howo, já disponível no Brasil.
FONTE: webtranspo.com.br
Fotos: André Cardoso

Postar um comentário

0 Comentários