Testamos: Iveco Tector Auto-Shift

Tendência oriunda do segmento de pesados, a utilização de câmbio automatizado chegou aos semipesados repleto de novas tecnologias e excelente custo benefício para o transportador. Somente em 2016, 20% dos caminhões 6x2 e 8x2 comercializados saíram de fábrica com transmissão automatizada. 
Antenada as novas tendências do mercado de caminhões e em parceria com grandes marcas como a FPT Industrial e Eaton, a Iveco acaba de apresentar ao mercado brasileiro o inédito Tector Auto-Shift, com câmbio automatizado de 10 velocidades, em três versões: 170E30 4x2, 240E30 6x2 e 310E30 8x2.
"A utilização da transmissão automatizada é uma tendência que começou no segmento de pesados e ganha força, cada vez mais, nos semipesados. O lançamento do veículo propicia que a IVECO amplie a participação de mercado com a já consagrada competitividade da linha Tector", afirma Marco Borba, vice-presidente da IVECO para a América Latina.
Desempenho na pista
Na última semana o Blog Caminhões e Carretas esteve no campo de provas da Iveco em Sete Lagoas, Minas Gerais, para testar as três versões do Iveco Tector Auto-Shift. 
Cinco caminhões foram disponibilizados para teste, um 310E30 8x2 com carroceria aberta (PBT de 29 toneladas), três 240E30 6X2, sendo um carroceria aberta e dois baús (PBT de 20 toneladas) e um 170E30 4x2 sem implemento para testes em rampa. Afim de comprovar a eficiência dos modelos e da nova tecnologia empregada, os modelos 6x2 e 8x2 foram carregados com carga de lastro.
Na pista o perfeito afinamento entre o câmbio Eaton Ultrashift Plus e o motor N67, FPT Industrial, é confirmado nas trocas de marcha suaves,precisas, rápidas e sem solavancos na retomada da aceleração. 
Uma detalhe que chamou bastante a atenção é a função Power Auto, que permite arrancadas rápidas e precisas com velocidades altas, principalmente em situações de entrada em pistas de alta velocidade. Exclusividade da linha Tector, a função Power Auto é habilitada quando o motorista aciona o botão lateral da alavanca de troca de marchas por três segundos, mudando o tempo de troca de marchas pra chegar o mais rápido possível a 2.500 rpm. Após um minuto a função desabilita automaticamente, possibilitando redução no consumo de combustível.
Outra função de desempenho que se destacou durante os testes se chama Kick Down, que ao pisar fundo no acelerador, a transmissão reduz uma marcha aumentando o giro do motor. Essa função permite a realização de ultrapassagens com segurança sem o risco da perda de potência. 
Diante da elevado desempenho e potência o novo Tector Auto Shift se destaca também pela segurança, principalmente nos momentos de frenagem. O freio motor além de preciso é extremamente forte, permitindo o controle da velocidade sem a necessidade do uso frequente do pedal de freio.
Abordo do Tector 170E30 4x2 para testes em uma rampa com inclinação de 20º duas funções se destacaram, o assistente de partida denominado Hill Holder, que mantém o veículo parado por 3s, facilitando o engate da primeira marcha - transição de tirar o pé do freio para o acelerador. E a função low do câmbio, que em conjunto com o freio motor se ajusta à velocidade e à rotação do motor, escolhendo a melhor relação em descidas, como por exemplo em  trechos de serra. 
Com dezenas de recursos de tecnologia e segurança, sendo três exclusivos da marca Iveco, a linha Tector Auto-Shift chega ao mercado de semipesados brasileiro com tudo para brigar pelas primeiras posições, graças ao elevado conforto, desempenho e economia de combustível independente da operação. 

LEIA: 4 tecnologias exclusivas do novo Iveco Tector Auto-Shift 

TEXTO: Lucas Duarte

 Receba por Email

Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. Parabéns pela empresa dar oportunidade para quem está chegando so não podem de esquecerdo mais velhos com suas experiências assim que o mundo anda

    ResponderExcluir
  2. Olá porque é só entre 18a25 anos eu 39 mais tenho experiência sou novo d CNH E preciso de uma oportunidade tbm não sou TDS q não tem experiência q pasa da idade q VCS exige

    ResponderExcluir