Entidade entra na justiça contra a circulação de super rodotrens

A Resolução nº 640 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) que autoriza a circulação de combinações de veículos de carga (CVC) com até 91 toneladas de peso bruto total combinado (PBTC) tem gerado grandes discussões e polêmicas desde a sua publicação em dezembro de 2016. 


Essa semana a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) ingressou com uma ação judicial solicitando que a Resolução do Contran seja reconhecida e considerada como ilegal. Segundo a entidade, a autorização para a circulação de super rodotrens afronta as normas de segurança no trânsito, além de expor a sociedade a riscos. 
A autorização para o desenvolvimento e circulação de rodotrens de 91 toneladas era uma antiga reivindicação do setor canavieiro. Segundo as empresas desse segmento, os limites de peso e tamanho das composições não acompanhavam as atividades dos setor, acarretando altos custos de transporte. 
Em abril desse ano o Contran publicou a resolução nº 663 que estabelece uma série de requisitos para que a circulação de combinações de veículos de carga (CVC) com até 91 toneladas seja autorizada.

LEIA: Contran regulamenta a circulação de super rodotrem

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário