Petrobras anuncia novo aumento no preço do diesel

A Petrobras anunciou nessa quinta-feira (5) um novo aumento no preço do diesel, o segundo consecutivo desde a adoção de uma nova política de preços em outubro. O primeiro aumento foi anunciado em dezembro passado, resultando em aumento de até R$0,17 no preço do litro vendido nas bombas de todo o país. 

LEIA:
 Petrobras anuncia aumento no preço do diesel 

Segundo uma nota da empresa, o Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) decidiu elevar o preço do diesel nas refinarias em 6,1%, em média. Os novos valores começaram a ser aplicados a partir de hoje (6). A decisão tomada leva em conta a discreta elevação dos preços do petróleo nos mercados internacionais, pela valorização do real desde a última revisão de preços  e os ajustes na competitividade da Petrobras no mercado interno de gasolina e diesel. Além disso a empresa ressalta ainda que o período de inverno no hemisfério norte também tem contribuído para uma maior demanda no preço.  
A Petrobras ressalta ainda que, se o reajuste for repassado de forma integral, sem alteração das demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro. A decisão de aumento ou não dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis, já que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados.
Por fim a empresa reforça que os preços dos combustíveis serão revistos pelo menos uma vez a cada 30 dias. 

Gasolina
O preço da gasolina nas refinarias também está incluído na nova política de preços da Petrobras. Porém esse mês o preço do combustível não sofrerá alteração nas refinarias. 

TEXTO: Lucas Duarte

Blog Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Covardemente, nossos governantes vem agindo de forma imprópria com seu povo!!
    Destruíram toda uma economia , por conta de ganância e não tem como suportar os altos e baixos sem ter de sugar seu povo.
    Brasileiros já estão no limite de um colapso..
    Vcs que estão aí em cima de gravata!!
    Não tem respeito nem coerência em suas decisões com. Um povo trabalhador e honesto.
    Quero muito que está nação desperte e ponha vcs em seus devidos lugares.
    Vcs são uma doença covarde silenciosa que está matando sonhos e vidas por suas faltas de competência e amor a seu país..
    Covardes...

    ResponderExcluir
  2. CANALHAS! Eles vem com a desculpa do aumento dos preços no exterior, mas durante o governo Lula o petróleo custava acima de 100 DÓLARES o barril e a moeda americana chegou à casa dos 4 reais nessa época. O povo conseguiu, tiraram a Dilma para a coisa piorar com esse Temer vampirão corrupto no poder. Esses aumentos não são para pagar a dívida da Petrobras coisa nenhuma, continua indo para o bolso dos ladrões. Tomara que a tabela dos valores mínimos do frete leve em conta esses aumentos, porque só mesmo nessa bosta de país aumentam o preço de produtos em decadência no mercado internacional, combustíveis fósseis já estão perdendo feio para carros e caminhões movidos à energias alternativas, e a tendência é a indústria petrolífera ir descendo ladeira abaixo. Que falta faz o Estado Islâmico por aqui, deveriam vir e derrubar esse governo assassino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou tão indignado que esqueci de por um detalhe no comentário acima: durante o governo Lula, apesar do barril de petróleo custar o dobro do preço de hoje, com dólar bastante valorizado, os combustíveis custavam muito menos do que hoje. O povo tem que ir às ruas pedir a cassação desse Temer chefe de quadrilha e novas eleições após isso, com voto à base de papel e caneta porque a urna eletrônica com software MADE IN VENEZUELA não é nada confiável!

      Excluir