Scania conquista o prêmio International Truck of the Year

A Scania conquistou pela quinta vez o prêmio International Truck of the Year. A premiação foi criada em 1976 e leva em consideração os votos de 25 jornalistas especializados em transporte. O prêmio foi entregue a montadora sueca na última semana, durante a IAA 2016, em Hannover. 
O prêmio é para a nova série S, que compõe a nova geração de caminhões Scania. Dentre os grandes destaques da série S estão, piso 100% plano com espaço e conforto inigualável, airbags laterais de cortina e diversos recursos de segurança, a combinação de todos esses fatores proporciona aos motoristas uma experiência de condução jamais vista no mercado. Além de todas essas características o júri destacou também a oferta de serviços da Scania feita sob medida para seus clientes. O resultado dessa oferta são os mais de 200 mil caminhões conectados nas estradas.   
Henrik Henriksson, presidente e CEO da Scania, comenta detalhes do desenvolvimento da nova geração de caminhões, "A nova geração homenageada foi desenvolvida pelos nossos 3.500 engenheiros em Södertälje, juntamente com outros funcionários da Scania e um estreito diálogo com os nossos clientes". E completa, "O prêmio mostra que a Suécia ainda é uma nação industrial líder e que podemos competir nos mercados mundiais."
Segundo a Scania a conquista do prêmio International Truck of the Year 2017 é uma confirmação clara de que a empresa está no caminho certo do desenvolvimento de caminhões, buscando sempre atender as necessidades e expectativas dos clientes. O jornalista italiano e presidente do júri Gianenrico Griffini também comentou, "Com a sua nova gama, a Scania entregou um caminhão que representa uma verdadeira ”obra de arte" no segmento de pesados, capaz de satisfazer não só as necessidades de transporte de hoje, mas de amanhã também."
A nova geração Scania é o maior investimento feito em 125 anos de empresa. No total foram investidos mais de 2 bilhões de euros no desenvolvimento de novos produtos, serviços e no ajuste da produção.

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário