Klabin investe em caminhões elétricos para entregas no interior de São Paulo

Klabin/Divulgação

Em fase de testes, quatro exemplares estão sendo empregados diariamente na entrega de papelão ondulado produzido na Unidade Jundiaí TP, no interior de São Paulo

Google News
Com o objetivo de eliminar a utilização de combustíveis fósseis nas operações de distribuição e consequentemente zerar as emissões de poluentes, a Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens e de soluções sustentáveis em embalagens de papel do Brasil, anunciou um importante investimento em caminhões 100% elétricos. 

Alinhada com a agenda ESG, a iniciativa conta inicialmente com quatro exemplares, responsáveis pela entrega diária de papelão ondulado produzido na Unidade Jundiaí TP, no interior de São Paulo. Ao final de cada dia de operação, os caminhões retornam para para a recarga nos totens instalados na Unidade, o que garante a neutralidade da operação. 


Por meio de mais esta iniciativa, reforçamos o compromisso com o desenvolvimento sustentável e em promover uma economia de baixo carbono, engajando também a cadeia de fornecedores nessa frente. A adoção dos caminhões elétricos é um passo importante para mostrarmos, na prática, que é possível planejarmos uma logística que privilegie fontes alternativas aos combustíveis fósseis, acompanhando de perto os avanços tecnológicos que permitem avançar nesse sentido”, afirma Roberto Bisogni, diretor de Planejamento Operacional, Logística, Suprimentos e TI.

O projeto piloto de utilização de caminhões elétricos está sendo implementado em conjunto com o Grupo LOS, parceiro de longa data da Companhia em soluções logísticas, o que contribui para a redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) do chamado ‘Escopo 3’, que discorre, entre outros pontos, sobre transporte e distribuição de produtos. 


Vale destacar também que a utilização de opções logísticas mais sustentáveis traz benefícios também para toda a cadeia de valor. Neste caso em específico, os veículos elétricos contribuem para que nossos clientes avancem em suas metas de descarbonização e, por consequência, na agenda ESG, uma vez que reduz a pegada de carbono dos produtos”, explica Bisogni.

A expectativa da Klabin é de que a adoção de caminhões 100% elétricos proporcione um importante aprendizado e em um futuro próximo o número de exemplares seja ampliado, considerando a perspectiva de aumento do uso e disponibilidade de veículos elétricos de grande porte pelo mundo.


Postar um comentário

0 Comentários