Direção sustentável: DACHSER investe no treinamento de motoristas de caminhão

DACHSER/Divulgação

Durante a fase de testes, novo programa de treinamento de motoristas proporcionou uma redução de 14% as emissões de CO2 na atmosfera

Google News
Em total sintonia com as iniciativas de proteção climática, a DACHSER, referência mundial em serviços logísticos, vem implementando o conceito eco friendly no treinamento aos motoristas da frota de caminhões. Prevista para ser concluída até o fim de 2023, a ação visa colaborar com a redução da emissão de CO2 nas operações. 

No verão e outono de 2022, a empresa realizou testes durante quatro semanas com 54 motoristas profissionais e trainees, de três filiais. O resultado? Uma redução de 14% nas emissões de CO2, além da economia de combustível e geração de dados para nortear melhorias no uso das tecnologias já existentes.


À medida que o serviço de logística se move na direção de zerar emissões de poluentes, veículos como os caminhões elétricos ou os movidos com células de hidrogênio ganham destaque no setor. Entretanto, a redução da emissão de CO2, também pode ser alcançada em caminhões movidos a diesel, como por exemplo, através de um estilo de condução correto e econômico. 

Segundo Hendrik Jansen, diretor de Serviços e Treinamento GmbH da DACHSER, o envolvimento dos motoristas é fundamental para que a empresa atinja as metas climáticas. “Nada funciona sem os motoristas, sejam funcionários diretos da DACHSER ou ligados aos nossos parceiros comerciais. E, ao dirigir conscientemente, pensando também no clima, eles podem fazer uma contribuição significativa para reduzir as emissões nas estradas”, explica Jansen.


Sustentabilidade como parte do negócio
Alinhando-se às estratégias climáticas, a DACHSER vem alavancando pesquisas em inovações para tornar as cadeias de suprimento cada vez mais sustentáveis. O comprometimento social, porém, vai além de seu negócio principal: a empresa está tomando medidas específicas, incluindo a montagem de uma frota com a mais moderna geração de motores a diesel e o teste de powertrains alternativos e combustíveis alternativos, assim como a adoção de um novo modelo de direção que alcança uma compatibilidade com o clima, por meio do uso eficiente de energia.

Postar um comentário

0 Comentários