Preço do diesel recua mais de 3% nos primeiros quinze dias de setembro

Divulgação

Preço médio do combustível chegou à R$ 7,18 após a primeira quinzena do mês; apenas o estado da Bahia registrou aumento de preços

Google News
Mantendo a tendência de queda, o preço médio do litro do diesel comum encerrou os quinze primeiros dias de setembro sendo comercializado a R$ 7,18, e o tipo S-10, a R$ 7,28, valores 3,14% e 3,07% mais baratos, respectivamente, quando comparados ao fechamento de agosto. A informação é confirmada pelo mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL).


Esse recuo apurado pelo IPTL no período ainda é reflexo da última redução no preço do combustível vendido às refinarias, anunciada no início de agosto. Porém, no comparativo com janeiro, o motorista ainda está pagando cerca de 24% mais caro pelo litro do diesel”, destaca Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil.

No recorte por regiões, o Sudeste encerrou os primeiros quize dias de setembro com o diesel comum sendo vendido em média por R$ 6,97, resultado do recuo mais expressivo no preço entre as demais regiões, 3,41%, e segundo menor preço médio. Já o Centro-Oeste, apresentou a maior redução no preço do tipo S-10, que passou de R$ 7,52 em agosto para R$ 7,27 em setembro.

Assim como na primeira quinzena do mês anterior, a Região Sul registrou as menores médias do País para o diesel comum, vendido a R$ 6,78; e para o S-10, que fechou o período a R$ 6,83. Já o Norte apresentou novamente no período o maior preço médio para os dois tipos de diesel, sendo, o comum a R$ 7,56 e o S-10 a R$ 7,72


Considerando cada estado separadamente, a Bahia foi o único a apresentar aumento para os dois tipos de diesel. O preço tipo comum aumentou 2,38% e passou de R$ 7,07 para R$ 7,24. Já o tipo S-10 registrou alta de 2,32% nos postos baianos, se comparado a agosto, e fechou o período sendo comercializado a R$ 7,35.

Já a redução mais expressiva para o diesel comum foi identificada no Sergipe, onde o combustível recuou 4,48%, em relação a agosto, e passou de R$ 7,52 para R$ 7,15. Enquanto isso, o Rio Grande do Norte registrou a maior redução (5,19%) para o tipo S-10  entre os demais Estados, que passou de R$ 7,45 para R$ 7,07.

As médias mais baixas para os dois tipos foram registradas nas bombas de abastecimento do Paraná, a R$ 6,73 o comum e R$ 6,77 o S-10. Na contramão deste cenário, o Estado de Roraima se destacou novamente no ranking do diesel mais caro do País, com o comum sendo vendido a R$ 8,21 e o tipo S-10 a R$ 8,34, mesmo com reduções de 1,85% e 0,91%, respectivamente.


Postar um comentário

0 Comentários