Grupo AIZ apresenta equipamentos de operação remota e elétricos na Exposibram 2022

Grupo AIZ/Divulgação

Uso de máquinas 100% elétricas e operadas remotamente está alinhado com a busca por mais segurança, boas práticas ambientais e sociais no setor de mineração

Google News
Atenta as principais metas do setor de mineração, o Grupo AIZ participa da Exposibram 2022, que acontece de 12 a 15 de setembro, e apresenta como destaques os equipamentos com tecnologia de operação remota e 100% elétricos.


Dentre os principais diferenciais dos caminhões e tratores remotos comercializados pela empresa, está a possibilidade de serem operados remotamente sem qualquer limite de distância entre a base de operação e o local de trabalho. “Essa possibilidade é um avanço tecnológico sem precedentes, viabilizado graças a muito estudo de campo para valorizar a segurança, o conforto térmico e ergonômico dos operadores, retirando gradualmente o ser humano de dentro das máquinas, em operações de risco e insalubres”, salienta Ronaldo Fernandes, gerente comercial do Grupo AIZ. 

Atualmente os equipamentos de operação remota são considerados uma importante alternativa para atividades em áreas de risco, sujeitas a pontos de deslizamento, desmoronamento, alta trepidação, temperaturas extremas e descargas elétricas. Operações underground, movimentação de material, descomissionamento de barragens e descaracterização são exemplos de atividades de alto risco no setor de mineração.


O operador executa todos os comandos a partir de um centro de operações instalado numa base segura dentro do canteiro ou da mineradora, ou mesmo de um escritório a quilômetros de distância. Os movimentos da máquina são realizados sem delay entre o acionamento pelo operador e a execução no terreno, gerando uma produtividade superior à obtida com o profissional embarcado, por dispor de tecnologias de controle de atenção, foco no trabalho e intervalos programados”, explica Fernandes.

Durante o evento, o Grupo AIZ também reforça o pioneirismo na introdução de equipamentos elétricos na mineração brasileira. Por se tratarem de soluções que não emitem CO2 e que podem ser alimentadas por energia limpa, estes equipamentos tem despertado o interesse de grandes players do setor. A alta tecnologia embarcada também zera a emissões de fumaça e reduz de maneira significativa os níveis de ruído, tornando os equipamentos uma opção ideal para as operações em ambientes confinados, como por exemplo em minas subterrâneas.


Boas perspectivas
Com a retomada da Exposibram de forma presencial, as expectativas são positivas. “As mineradoras estão antenadas às inovações que a indústria de máquinas e equipamentos mostrará na feira, para estarem em consonância com a nova realidade do mercado mundial, conforme os princípios de ESG”, explica Marco Antonio Sousa, gerente de expansão do Grupo. O Grupo hoje é referência em operações remotamente controladas e, para 2022, prevê um crescimento de 131% no faturamento em relação ao ano passado.

Em 2019, a empresa participou do evento no formato presencial, e em 2021 de forma virtual. “A feira é visitada por pessoas de diferentes esferas do setor mineral, atraídos por soluções, tecnologias e inovações que ajudem a melhorar os processos de gestão e performance na atividade. Por isso o Grupo AIZ apresentará o que há de mais moderno em termos de equipamentos para este segmento”, assinala Sousa.


Postar um comentário

0 Comentários