PRF flagra caminhoneiro com rádio PX irregular na BR-116

PRF/Divulgação

Caminhoneiro confessou ter conhecido sobre a necessidade de autorização; documento pode ser obtido gratuitamente junto à ANATEL

Google News
Na última quinta-feira, 18 de agosto, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um caminhoneiro utilizando um rádio comunicador, popularmente conhecido como PX, de forma irregular. A ocorrência foi registrada durante uma fiscalização de rotina na BR-116, em Salgueiro (PE).

Durante as averiguações, os policiais rodoviários federais encontraram o equipamento no interior da cabine do veículo. Questionado, o condutor confessou aos PRF's ter conhecimento de que para fazer uso desse tipo de equipamento é necessária uma autorização, mas não havia solicitado. 

Diante dos fatos, foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) contra o caminhoneiro. Além disso, o equipamento de comunicação foi apreendido.


Como obter a licença para Rádio PX?
Atualmente, Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) é órgão responsável por cadastrar e autorizar a instalação e utilização de rádios comunicadores em todo o país. 

O cadastramento pode ser feito GRATUITAMENTE  junto à Agência, através do site oficial. Após a conclusão do procedimento, o caminhoneiro receberá o Comprovante de Cadastro de Dispensa de Autorização – Rádio do Cidadão, documento popularmente conhecido como "carteirinha" e que deverá ser apresentado ao agente da PRF durante as ações de fiscalização.



Postar um comentário

2 Comentários

  1. É mole? PRF parece não ter muito o que fazer, implicar por causa de um rádio
    Pior ainda é o estado exigir autorização pra instalar e operação de um rádio, e mais ainda, o cara não ter algo que pode se obter gratuitamente

    ResponderExcluir
  2. Realmente, não cadastrar "Gratuitamente" e via internet para poder utilizar o equipamento é o fim da picada, tem mais é que apreender mesmo.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, palavras de baixo calão, desrespeito ou ofensas não serão toleradas e autorizadas nos comentários.