Roraima: PRF flagra mais de 3 mil toneladas de excesso de peso nos 7 primeiros meses de 2022

Maior parte dos flagrantes de excesso de peso foram registrados na BR-174/RR - Foto: PRF/Divulgação

Equipes da PRF especializadas em Fiscalização de Transportes estão reforçando as ações de fiscalização; excesso de peso é considerado uma infração gravíssima pelo CTB

Google News
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta semana, um balanço das ações de fiscalização com foco no combate ao excesso de peso, realizadas nos sete primeiros meses de 2022 no estado de Roraima. 


De acordo com os números oficiais da corporação, de janeiro a julho deste ano, foram flagradas mais de 3 mil toneladas de excesso de peso em veículos de cargas circulando nas rodovias federais que cortam o estado de  Roraima. A maior parte das ocorrências aconteceram na BR-174, única via terrestre que liga Roraima ao Amazonas e ao restante do país, por onde circulam a maior parte das mercadorias que abastecem o Estado.

Segundo a corporação, equipes especializadas em Fiscalização de Transportes vem trabalhando arduamente na fiscalização dos excessos de peso, a fim de garantir a segurança dos condutores que trafegam pelas rodovias federais do estado de Roraima.


Excesso de carga
Atualmente o excesso de peso é considerado uma das infrações mais danosas à segurança do trânsito, devido a redução da vida útil do pavimento, comprometimento da eficiência do sistema de freios e aumento considerável no risco de acidentes graves.

Atualmente o art. 231, inciso V do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera o excesso de peso uma infração gravíssima, punida com multa de R$ 191,54 aplicada a cada 500 kg ou fração de excesso de peso apurado acima dos 1.000 kg.


Postar um comentário

0 Comentários