Scania 65 anos

Kamaz apresenta caminhão de mineração sem cabine e 100% autônomo

Kamaz/Divulgação

Gigante russo de 8 metros de comprimento e 3 metros de altura conta com tração 4x4 e capacidade para transportar até 30 toneladas de carga líquida

Google News
Nem só de caminhões militares vive a fabricante russa, Kamaz. Prova disso é a mais recente novidade da marca, uma caminhão sem cabine e 100% autônomo, desenvolvido exclusivamente para operações no segmento de mineração.

Batizado de Jupiter 30, o novo conceito é resultado de um trabalho detalhado do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da KAMAZ PTC em parceria com especialistas da Bauman University (BMSTU) em um projeto que tem como principal objetivo, desenvolver soluções híbridas e autônomas para a indústria de mineração da Federação Russa. A expectativa da fabricante é de que o modelo substitua os tradicionais caminhões de mineração tripulados, especialmente em áreas perigosas e com baixas temperaturas.

O Jupiter foi inicialmente projetado como um veículo autônomo para operações em pedreiras. Foi equipado com todos os dispositivos necessários. Possui câmeras de vídeo especiais à prova de poeira, sujeira, água e vibração, lidars 2D e 3D, sensores de ultrassom, radares. Há também antenas GSM e navegação GPS/GLONASS. Ambos os eixos são direcionáveis, tornando o veículo facilmente manobrável”, destaca Sergey Nazarenko, designer-chefe de veículos inovadores do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da KAMAZ PTC .


Além da tração 4x4, combinada com uma transmissão híbrida de série, o inédito Kamaz Jupiter 30 também conta com sistema de regeneração de energia através do sistema de frenagem e um curioso recurso de operação batizado de "modo shuttle". Segundo a fabricante russa, a funcionalidade permite que o caminhão autônomo opere entre o ponto de carga e descarga sem a necessidade de trocas de marcha ou manobras, otimizando assim o tempo de operação e economizando combustível.

Sob a caixa de carga, o Jupiter 30 conta com um motor KAMAZ de seis cilindros em linha e 11,9 litros, responsável por alimentar um gerador elétrico, responsável por garantir toda a energia necessária para o sistema de tração e carregamento das baterias. Cada eixo conta ainda com um motor elétrico, eliminando assim a necessidade de transmissão. O conceito conta ainda com uma velocidade máxima limitada em 56 km/h.

O novo gigante russo também impressiona pelas dimensões e capacidade de carga. Com 8.769 mm (8,7 metros) de comprimento, 2.709 mm (2,7 metros) de largura e 3.499 mm (3,4 metros) de altura, o Jupiter 30 possui tara de 23 toneladas e capacidade para transportar até 30 toneladas de carga líquida. 


O Júpiter 30 é um veículo totalmente novo e uma estreia global. Este é o primeiro protótipo dos novos caminhões de mineração rígidos KAMAZ da linha Jupiter. Os próximos modelos terão maior carga útil. A empresa irá desenvolvê-los nos próximos anos”, revela Sergey Nazarenko.

Para garantir o atendimento às operações sob condições extremamente severas, a báscula do Jupiter 30 é construída com aço de alta resistência e conta ainda com um sistema de aquecimento, recurso que possibilita a atuação em solos úmidos e até mesmo congelados. Destaca-se ainda uma capacidade volumétrica de 21,5 m³.

Segundo a Kamaz, o Jupiter 30 passará agora por um processo de configuração dos sistemas. Após testes de campo no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de KAMAZ, o caminhão basculante será entregue à holding SDS-Ugol para operações pioneiras na mina a céu aberto de Chernigovets, Kemerovo Oblast.


Postar um comentário

0 Comentários