Scania 65 anos

Coca-Cola investe 1 milhão de dólares na formação de novos motoristas

Coca-Cola possui mais de 80 vagas abertas para motoristas de caminhão - Foto: Coca-Cola/Divulgação

Investimento faz parte dos esforços para combater a crescente falta de motoristas; Coca-Cola conta atualmente com mais de 80 vagas abertas para motoristas de caminhão

Google News
Atenta a crescente falta de motoristas, especialmente nos Estados Unidos, e ciente da grande importância dos profissionais para a economia mundial, a The Coca-Cola Company realizou neste ano um investimento de US$ 1 milhão em um programa voltado exclusivamente para a formação de novos caminhoneiros. 



O aporte significativo foi destinado ao Programa de Condução de Caminhões Comerciais do Sistema de Faculdades Técnicas do estado da Geórgia (TCSG), nos Estados Unidos. Além de fornecer um treinamento técnico detalhado aos participantes, a iniciativa também os encaminha para as oportunidades de emprego disponíveis. A própria Coca-Cola conta atualmente com mais de 80 vagas para motoristas em aberto nos Estados Unidos. 

À medida que moradores e empresas trabalham para se recuperarem dos impactos da pandemia do COVID-19, é mais importante do que nunca investir em nossas comunidades e oferecer oportunidades que melhorem a vida de nossos compatriotas”, disse Alfredo Rivera, Presidente da unidade operacional da América do Norte da The Coca-Cola Company.


De acordo com a fabricante de bebidas, o investimento também contribuiu para a contratação de 11 novos instrutores de motoristas em tempo integral e mais dois em meio período, ampliando de maneira significativa a capacidade de treinamento e formação de motoristas Instituto Técnico da Geórgia. O aporte se soma ainda a um montante de US$ 8,32 milhões do Fundo de Assistência à Educação de Emergência disponibilizado pelo governo do estado norte-americano. A expectativa da fabricante e do governo local é de que o número de matrículas de motoristas dobre até o fim do ano, passando de de 1.705 para 3.410 em 2023. 

Apesar dos desafios dos últimos dois anos, o setor de caminhões permaneceu firme como um impulsionador fundamental da economia do país, fornecendo bens essenciais para ajudar as empresas a permanecerem abertas e/ou reabrirem”, disse Mark Rahiya, Chief Supply Chain, Technical and Innovation Officer, The Coca-Cola Company. “Ao apoiar os instrutores e professores do Programa de Condução de Caminhões Comerciais do TCSG, estamos garantindo que a próxima geração de motoristas receba uma educação de qualidade enquanto trabalhamos simultaneamente para resolver a escassez de motoristas e oferecer novas oportunidades de emprego”, completa.


Além de todo o treinamento que pode ser concluído em até 10 semanas, o curso de formação de novos motoristas, apoiado pela Coca-Cola, também assegura aos participantes a obtenção da habilitação de motorista profissional (CDL).

Sua opinião
Na sua opinião, o investimento da iniciativa privada na formação de novos motoristas é uma boa opção para combater a crescente falta de profissionais? No Brasil, esse tipo de investimento também daria certo? Responda nos comentários abaixo:


Postar um comentário

3 Comentários

  1. Com certeza hoje eu sou instrutor de motorista de caminhão em uma empresa,quando comecei a profissão de motorista carreteiro não foi fácil ganhar uma oportunidade, mais conseguir e dei resultado é tanto que fui promovido a instrutor de motorista mais essa iniciativa de vocês é muito boa, com certeza vai ajudar bastante aqui na empresa que eu trabalho eu já consegui formar muitos motoristas

    ResponderExcluir
  2. Começa a valorizar os motoristas primeiro

    ResponderExcluir
  3. E como fica as vagas pra carreteiros c/ mais de 10 anos de esperiencia em carretas pois quero trabalhar

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, palavras de baixo calão, desrespeito ou ofensas não serão toleradas e autorizadas nos comentários.