Fretebras Superior

Andrade Gutierrez, Volvo e ACR desenvolvem caminhão operado por controle remoto

Divulgação
Fretebras Post1

Voltado para os setores de mineração e construção pesada, Caminhão 4.ZERO pode ser controlado em até 2 km de distância, garantindo uma operação mais segura 

Google News
Com o objetivo de inovar e proporcionar mais segurança às operações nos segmento de mineração e construção pesada, as empresas Andrade Gutierrez, Volvo e ACR uniram suas expertises em um projeto inédito: o Caminhão 4.ZERO, um protótipo não tripulado e operado por controle remoto.


Pioneiro em precisão, tempo de resposta e segurança, o inédito caminhão basculante é diferente de outros equipamentos não tripulados disponíveis atualmente no mercado, graças a combinação entre um sistema de direção de alta tecnologia a uma mecânica integrada e conectada à rede inteligente. Na cabine de operação, o controlador pode comandar o equipamento a até 2 km de distância por meio de um rádio controle com acionamento por joystick. 

Além da tração 6x4 e capacidade para 42 toneladas, o Volvo FMX não tripulado também conta com sistema de direção VDS (Volvo Dynamic Steering) e rádio controle desenvolvido pela HBC Radiomatic, empresa alemã líder mundial em sistemas de transmissão via rádio, comercializado exclusivamente pela ACR no Brasil.

Fretebras Post2

Operação em áreas de risco 
Divulgação
Operado pela Andrade Gutierrez, o inédito Volvo FMX não tripulado será empregado em projetos estratégicos para a economia do país e de alto risco para colaboradores, como por exemplo, descomissionamento de barragens e escavações pesadas. 

Uma das vantagens da solução é a possibilidade de alternância imediata entre operação tripulada ou remota, mantendo todas as funcionalidades e sem nenhuma necessidade de adequações mecânicas. No modo não tripulado, o caminhão atuará apenas em áreas confinadas, sem pedestres. Outra característica relevante é que o operador pode ajustar os modos de direção – rápida ou lenta – conforme a sensibilidade necessária. Além disso, a caixa de câmbio automatizada da Volvo (I-Shift) facilita a condução remota, aumenta a capacidade de tração e garante mais segurança.  


“Este é mais um projeto que surge da determinação da AG de entregar serviços de excelência ao mercado brasileiro de infraestrutura e mineração. Apoiados na Engenharia 4.0, estamos sempre buscando soluções inovadoras e identificamos uma grande oportunidade para contribuir com o desenvolvimento do setor. O uso desse caminhão em nossos serviços nos levará a melhores resultados em operações de transporte de materiais, diminuindo o risco e trazendo confiabilidade e segurança.”, destaca o presidente da Andrade Gutierrez Engenharia, João Martins. 

“É o primeiro caminhão que sai direto da linha de produção preparado para atuar via controle remoto. O grande salto tecnológico desta solução está no VDS (Volvo Dynamic Steering), um avançadíssimo sistema de direção criado pela marca, que é totalmente integrado ao veículo e controla a condução com alta precisão. Não é preciso instalar sensores ou atuadores paralelos. Motor, transmissão, freios, direção VDS, tudo é original, o que garante mais segurança e disponibilidade ao veículo”, afirma Jeseniel Valério, gerente de engenharia de vendas da Volvo. 


“Somos gratos por esta parceria bem-sucedida com a VOLVO e AG. Participar deste projeto 4.0 me fez lembrar o início da história da ACR, há mais de 20 anos, onde iniciamos nossas atividades com um foco bastante definido: fornecer soluções confiáveis e robustas para operações remotas. São quase mil novos sistemas fornecidos a cada ano, mas esta demanda do caminhão FMX merece destaque especial em nossa trajetória, pois conseguimos entregar com excelência uma solução exclusiva e inovadora com o DNA da ACR. Não há nenhuma solução como a nossa disponível no mercado”, ressalta o diretor técnico/comercial da ACR, Abraão Pires. 

Fora da área de operação, o controlador pode comandar todas as ações do caminhão, como partida do motor, direção, trocas de marcha e frenagem. Em um display de última geração é possível acompanhar a atividade em tempo real. Ao todo, são disponibilizadas 20 informações na tela, entre dados do painel do caminhão, informações do basculamento e alertas (luminosos, sonoros e de vibração) para garantir a segurança da operação. Além disso, sete câmeras do tipo veicular e um microfone de alta sensibilidade são capazes de transmitir com qualidade todos os movimentos e sons presentes na cabine do caminhão. 

Divulgação
Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários