Fretebras Superior

JBS lança empresa para locação de caminhões 100% elétricos

Ricardo Cardoso/Tanajura Filmes
Fretebras Post1

No Carbon terá uma frota de 31 caminhões elétricos e atenderá inicialmente as operações logísticas de marcas Friboi, Seara e Swift

Google News
A JBS, líder global em produção de alimentos à base de proteína, acaba de anunciar um novo negócio: a No Carbon, uma empresa especializada em locação de caminhões 100% elétricos. Em total sintonia com o compromisso da JBS de ser Net Zero em 2040, a nova Companhia fará parte da JBS Novos Negócios e será responsável pela gestão de uma frota de caminhões frigoríficos movidos a energia elétrica. Inicialmente, a empresa atuará nas operações logísticas da própria JBS, atendendo a distribuição de produtos de Friboi, Seara e Swift.

A No Carbon estreia no mercado brasileiro contando com uma frota de 31 caminhões elétricos do tipo VUC (Veículo Urbano de Carga) que serão empregados no atendimento de importantes regiões dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal. A médio prazo, a empresa já planeja expandir a frota com a possibilidade de abrir a locação de veículos de carga elétricos para outros players do mercado com alta demanda por serviços logísticos, como redes varejistas e empresas de e-commerce.


Todos os caminhões que compõem a frota da No Carbon contam com baús frigoríficos com capacidade de até 4 toneladas de carga. destinados ao transporte simultâneo de produtos resfriados e congelados. Com autonomia para até 150 quilômetros, ideal para operações em centros urbanos, cada um dos veículos poderá ser recarregado nos centros de distribuição das marcas.

Segundo a companhia, a eletrificação dos caminhões terá um impacto positivo ao meio ambiente.Cada exemplar será responsável evitar o lançamento anual de cerca de 30 toneladas de gás carbônico (CO2) equivalente na atmosfera, impactando diretamente as emissões de CO2 do chamado escopo 3 da JBS. Isso porque os novos caminhões irão substituir os modelos a diesel usados pelos prestadores de serviços logísticos do Grupo. O escopo 3 diz respeito às emissões indiretas das operações de uma empresa.

Fretebras Post2

Além do menor impacto ambiental, os caminhões elétricos também se destacam pelo baixo custo de operação e manutenção, graças a ausência de filtro de ar, filtro de óleo, filtro de combustível, sistema de escapamento, correias, bicos injetores, bomba de injeção e demais itens que fazem a manutenção de um veículo convencional custar até seis vezes mais do que o modelo elétrico.

“Com a No Carbon, a JBS cria um negócio que irá trazer escala à utilização de caminhões elétricos no transporte de cargas no Brasil, um país com elevada dependência do modal rodoviário na área logística. Além disso, a nova frente representa a abertura de um campo com grande potencial de crescimento e colabora com o objetivo da empresa de trabalhar de maneira cada vez mais sustentável”, afirma Susana Martins Carvalho, diretora executiva na JBS Novos Negócios.


Postar um comentário

0 Comentários