VW e-Delivery chega ao México para testes de altitude

VWCO/Divulgação

México será o sexto país latino-americano a receber o primeiro caminhão 100% elétrico desenvolvido e produzido no continente

Google News
O VW e-Delivery, primeiro caminhão 100% elétrico desenvolvido e produzido na América Latina, segue conquistando espaço no continente. Após ser apresentado à imprensa e aos clientes mexicanos, o modelo passará agora por uma bateria de testes no país, afim de assegurar o máximo desempenho na realidade topográfica local. O lançamento comercial do veículo no exterior está previsto para o último trimestre de 2022.

Ao mesmo tempo em que vem conquistando um espaço importante no mercado brasileiro, o VW e-Delivery segue preparando o terreno para o início das vendas nos demais países latinos. Desde o fim do ano passado, o veículo está em tour internacional, com apresentações já realizadas em seis países: Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai, além do México.

“Toda virada tecnológica requer uma estratégia bastante sólida para seu sucesso e é o que estamos praticando com o VW e-Delivery, apresentando esta solução de mobilidade mais sustentável aos clientes em diversos países para que quando iniciarmos a fase comercial, todos já estejam familiarizados”, explica Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


Antes do lançamento oficial no Brasil, o VW e-Delivery percorreu o equivalente a mais de 400 mil quilômetros durante uma rigorosa e detalhada bateria de testes. Agora no México, a Engenharia da montadora avaliará o desempenho em diferentes altitudes e em ambientes urbanos.

Segundo a marca, As atividades internacionais ocorrem em parceria com os importadores da marca para demonstrações nas diferentes condições de aplicação nos países latinos. Os exemplares são exportados a partir da fábrica de Resende, no Rio de Janeiro, que sedia o centro mundial de desenvolvimento da montadora também para elétricos. Ainda segundo a VWCO, todos os países da região serão contemplados.


Postar um comentário

0 Comentários