Vendas de caminhões seminovos crescem 28% em março

Nilson Caminhões

Somente no mês de março, mais de 21 mil caminhões usados forma negociados em todo o Brasil; Para a FENABRAVE, programa de renovação de frota deve impulsionar vendas de seminovos

Google News
Após uma sequência de quedas, o mercado brasileiro de caminhões seminovos encerrou o mês de março registrando um crescimento significativo no número de vendas. 

De acordo com o balanço oficial da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), 27.176 caminhões seminovos foram comercializados em todo país no mês de março, crescimento de 28,27% em relação ao mês anterior, fevereiro, quando 21.186 exemplares foram negociados.

“A falta de componentes, que ainda afeta a fabricação de caminhões novos, deve ter influenciado nas vendas de usados, em março”, comentou José Maurício Andreta Jr., Presidente da FENABRAVE.


Entretanto, no acumulado do primeiro trimestre de 2022, 68.847 caminhões seminovos foram vendidos em todo o Brasil, queda de 25,26% em relação aos três primeiros meses de 2021, quando 92.119 unidades foram comercializadas.

Os dados divulgados pela Fenabrave também apontam as seis marcas que se destacaram no mercado de usados no primeiro trimestre de 2022. São elas, a Mercedes-Benz que garantiu uma participação de 37,21% nos negócios seguida pela sua principal concorrente, a Volkswagen que alcançou uma participação de 22,02%, a Ford com 16,63%, a Scania com 8,77% de participação, seguida da sua concorrente sueca Volvo com 8,38% e a IVECO com 4,05% de participação nos negócios de usados.



Programa de Renovação de Frota (RENOVAR)
Batizado de RENOVAR, o Programa de Renovação de Frota instituído pelo Governo Federal por meio da Medida Provisória (MP) nº 1.112, publicada no Diário Oficial da União (DOU) do dia 1º de abril, é visto com bons olhos pela Fenabrave. Para a entidade, o segmento de caminhões seminovos também deverá ser um dos grandes beneficiados pela iniciativa. 


Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários