DHL Supply Chain investe na instalação de painéis solares em caminhões refrigerados

DHL Supply Chain/Divulgação

Companhia já instalou equipamento em 16 caminhões refrigerados da Polar, transportadora pertencente ao grupo especializada em cadeia fria para indústria da saúde, e estuda expandir para outros veículos da frota

Google News
Pautada pela inovação e sustentabilidade, a DHL Supply Chain, líder global em armazenagem e distribuição, vem investindo em uma estratégia inovadora na área de transportes. Para reduzir o consumo de combustível e a emissão de poluentes na movimentação de cargas, a companhia instalou placas solares superfinas em 16 caminhões refrigerados da Polar, transportadora pertencente ao grupo especializada em cadeia fria para indústria da saúde.

De fácil instalação e operação, a tecnologia inovadora é capaz de entregar uma redução de cerca de 5% no consumo de combustível (que é mais elevado dado ao sistema de refrigeração) e de evitar a emissão de 4 toneladas de gases poluentes por caminhão, ao ano. Diante dos resultados premilinares significativos e satisfatórios, a companhia já planeja expandir a presença da tecnologia no restante da frota da Polar,  composta atualmente por cerca de 350 veículos. Posteriormente os painéis solares também deverão fazer uma parte da malha da própria DHL Supply Chain.


“Neste projeto, temos o ‘casamento’ da necessidade de reduzir custos e emissões com uma tecnologia economicamente viável e que se adaptou bem a realidade brasileira. A DHL tem a meta de zerar suas emissões até 2050 e para isso estamos utilizando diversas soluções. Este sistema, especialmente, é muito versátil, pode ser instalado pela nossa própria equipe e demanda pouca manutenção, nos auxiliando a manter nossa eficiência”, afirma Marcos Cerqueira, vice-presidente de Saúde da DHL Supply Chain.

Segundo a companhia, o sistema se conecta diretamente ao motor e à bateria auxiliando na alimentação de ambos. A placa é tão fina (3 mm), que seu peso não influi no conjunto, bastando ser fixada no teto do baú após limpeza. Para o motorista, não há procedimentos adicionais -- a manutenção é feita na base --, não afetando a produtividade do motorista e do time de manutenção. O equipamento possui ainda monitoramento inteligente de desempenho, cujas informações podem ser acessadas remotamente via aplicativo móbile ou descarregadas na base. Inicialmente, uma placa está sendo instalada por caminhão, mas há possibilidade da implementação de mais unidades.


Ainda de acordo com a DHL, os caminhões equipados com painéis solares estão sendo empregados medicamentos, vacinas, testes clínicos e insumos de saúde em todo o Brasil. “É importante ressaltar também que as placas são resistentes a chuva e conseguem captar energia mesmo com o clima nublado e à noite, dado sua grande eficiência energética, até 960 whats por dia, em média”, afirma Miquele Lioi, diretor da Polar.

Os painéis solares presente na frota da empresa é uma tecnologia desenvolvida pela TRAiLAR, startup que surgiu em um programa da inovação aberta da DHL no Reino Unido. A TRAiLAR foi a grande vencedora do programa, sendo acelerada. Atualmente, a startup já vendeu seus sistemas solares para unidades da DHL na América Latina (além do Brasil) e na Europa. 

Além dos painéis solares, a DHL Supply Chain também vem desenvolvendo outras ações sustentáveis como o uso de veículos elétricos (ou movidos a combustíveis alternativos) e bicicletas para entregas urbanas, um centro de distribuição com uma usina solar na cobertura, que gera quase toda a energia que é consumida no local, e a utilização de equipamentos elétricos nos armazéns, como paleteiras e transpaleteiras, além de painéis solares para recargas dos veículos.


Postar um comentário

0 Comentários