Vendas de caminhões zero km crescem 10% no primeiro bimestre de 2022

Nilson Caminhões

Mais de 16 mil caminhões zero quilômetro já foram emplacados em todo o país nos dois primeiros meses de 2022; previsão para o restante do ano requer cautela

Google News
O mercado brasileiro de caminhões zero quilômetro encerrou o primeiro bimestre de 2022 registrando crescimento número de emplacamentos no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

De acordo com o balanço oficial da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), 16.476 caminhões foram emplacados em todo o país de janeiro a fevereiro deste ano, crescimento de 10,05% em relação ao primeiro bimestre de 2021, quando 14.971 exemplares foram emplacados no Brasil.

Somente no mês de fevereiro de 2022, 7.961 modelos foram emplacados no Brasil, leve recuo de 6,51%  em relação ao mês anterior, janeiro, quando 8.515 caminhões foram entregues. Entretanto, no comparativo com fevereiro de 2021, período em que 7.712 exemplares foram emplacados, o mercado registrou uma leve alta de 3,23%.


Segundo a FENABRAVE, os números registrados no primeiro bimestre de 2022 tem como principal base as entregas de pedidos realizados no ano anterior. Entretanto, as previsões para o restante de 2022 exigem cautela. "O mercado continua aquecido, mas os juros altos, o aumento dos custos de produção e dos combustíveis são fatores que podem impactar o segmento no decorrer do ano", explica José Maurício Andreta Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Pesados em destaque
Assim como nos anos anteriores, o segmento de caminhões pesados segue na liderança do mercado brasileiro. De acordo com os dados da Fenabrave, no primeiro bimestre de 2022, a categoria foi responsável por 47,13% das vendas.

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários