Scania fornecerá caminhão 100% elétrico para operações com 74 toneladas

Scania/Divulgação

Combinado com um bitrem basculante, extrapesado 100% elétrico irá atuar no segmento de mineração no norte da Suécia

Google News
A Boliden, uma das principais mineradoras da Suécia, receberá nos próximos meses, um cavalo mecânico Scania 100% elétrico para operações com até 74 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC). O extrapesado faz parte das iniciativas de empresa que buscam reduzir em 40% as emissões de CO2 até 2030.

Operado pela Renfors Åkeri AB e combinado com um bitrem de 9 eixos, o extrapesado 100% elétrico será empregado em um percurso de 30 quilômetros (ida e volta) em vias públicas no norte da Suécia. O início das atividades é visto como o primeiro passo para eletrificar o restante das operações de transporte da mineradora sueca.


“Mais uma vez, mostramos que é tecnicamente possível empregar soluções totalmente eletrificadas em veículos pesados. O desenvolvimento é rápido! É vital que a infraestrutura continue para permitir que mais clientes entrem nessa etapa. Também é muito valioso trabalhar neste tipo de conceito para operações eletrificadas pesadas com players como a Boliden, que quer impulsionar o desenvolvimento, principalmente na área ambiental”, diz Fredrik Allard, chefe de mobilidade elétrica da Scania. 

Previsto para ser entregue no segundo trimestre de 2022, o extrapesado 100% elétrico é baseado na nova geração de caminhões Scania, trazendo como diferenciais uma série de componentes e atributos que ampliam a robustez e autonomia, especialmente sob condições severas de operação.

“Experimentar uma solução eletrificada para veículos muito pesados ​​numa fase inicial e contribuir para o desenvolvimento e transição para soluções sustentáveis ​​está muito em linha com a nossa agenda. O caminhão Scania eletrificado reduzirá as emissões em um dos fluxos mais importantes em nossas operações e fortalecerá ainda mais nosso alto desempenho climático”, diz Jonas Ranggård, gerente de programa da Boliden.


Postar um comentário

0 Comentários