Fretebras Superior

Economia compartilhada: uma solução para empresas de transporte

Motorista PX/Divulgação

Com a alta dos combustíveis e a falta de mão de obra, transportadoras recorrem a novas alternativas

Google News
A economia compartilhada ficou conhecida principalmente com Uber e Airbnb, e com o sucesso de ambas as empresas o conceito se expandiu para outros setores. É o caso da logística, com a startup Motorista PX conectando motoristas qualificados às transportadoras de cargas para serviços pontuais.

O novo motorista, ou o Motorista Digital da PX, como alguns mencionam, pode ser acionado em poucos cliques a partir de um banco de dados de profissionais qualificados já prontos para dirigir. Desse modo, veículos, antes parados, agora além de rodar, rodam mais devido às flexibilidades do modelo que, assim como Uber e Airbnb, funciona com a ajuda da tecnologia.

Em relação ao modelo de contratação, como os Motoristas Digitais da PX são MEIs, a contratante chega a economizar em média mil reais por motorista e pode aumentar em até 52% a produtividade da sua frota.

Além disso, a transportadora evita os prejuízos de ter caminhões parados no pátio. Para se ter uma ideia, conforme um levantamento da Fetrancesc (Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina), uma carreta completa - cavalinho mais implemento – representa R$ 96,00*/hora se não estiver rodando. (Números de 2018)

“A PX possibilita às empresas lidarem melhor com a sazonalidade do mercado e com os aumentos dos insumos,” menciona André Oliveira, fundador e CEO da Motorista PX. 

Antigos problemas solucionados
“As transportadoras têm agora um prestador de serviço profissional buscando ganhar cinco estrelas ao final da sua missão. Isso garante uma melhor relação entre as partes e um ambiente de maior produtividade”, comenta André.

Para os motoristas, a PX traz qualidade de vida, uma vez que é o profissional que seleciona no próprio aplicativo, o contrato, o período, o destino e o tipo de caminhão. “Ele é dono da agenda, é um microempreendedor individual que trabalha de acordo com sua disponibilidade. São motoristas mais presentes em suas famílias e podem ter mais tempo para os melhores momentos da vida”, explica o CEO. 

A empresa catarinense está presente em todo o Brasil e recentemente recebeu investimento da Randon Ventures, mecanismo de investimentos do Grupo Randon.

Motorista, para fazer parte da Família PX CLIQUE AQUI.

Transportadora, para implementar na sua frota CLIQUE AQUI.

Postar um comentário

0 Comentários